São Carlos encerra temporada lírica com “Eugene Onegin”

O Teatro Nacional de São Carlos leva à cena a ópera Eugene Onegin, de de Piotr Tchaikovsky, num espectáculo encenado por Peter Konwitschny, e escolhido para encerrar a temporada lírica do Teatro Nacional.

A ópera estreada no passado dia 17 de Junho, vai ter ainda récitas nos dias 23 e 29 de Junho às 20h00, e 27 às 16h00, numa produção co-dirigida pelos maestros Michail Jurowski e Johannes Stert e que conta com Laryssa Schavchenko (Larina), Natalija Kovalova (Tatjana), Maria Luísa de Freitas (Olga), Viola Zimmermann (Filipjewna), Albert Schagidullin (Onegin), Musa Nkuna (Lenskij), Alexei Tanovitsky (Gremin), João Merino (Hauptmann e  Saretzki) e Carlos Guilherme (Triquet), no elenco e com o coro do Teatro Nacional de São Carlos.

Eugene Onegin é uma ópera em três actos, a partir da obra do autor russo Aleksandr Serguéevitch Pushkin, escrita em 1833, com libereto da autoria de Piotr Ilitch Tchaikovsky e Konstantin Shilovsky.

O enredo de Eugene Onegin centra-se no amor não correspondido entre um nobre russo, Eugene Onegin e Tatyana, uma jovem do campo, simples e sonhadora, desprezada na juventude pelo nobre, a jovem cresce e amadurece, vindo a casar com um príncipe – Gremin. Mais tarde, Onegin e Tatyana voltam a encontrar-se, mas desta vez é ela que o rejeita e lhe pede que a deixe em paz.

Texto de Elsa Furtado
Foto Teatro Nacional de São Carlos

Deixar uma resposta