Sábado celebra o Dia internacional dos Museus e também a Noite dos Museus

DIM_NM274Sábado, 18 de maio assinala-se o Dia Internacional dos Museus que, este ano, coincide também com a Noite dos Museus. O C&H deixa-lhe aqui algumas sugestões de atividades que vão animar os museus nacionais de norte a sul do país.

Sob o tema Museus (Memória +Criatividade)= Mudança Social há programas diferentes um pouco por todo o país, e muito por onde escolher. Há entradas gratuitas em muitos locais e, nalguns casos as atividades também são gratuitas, embora se recomende marcação prévia.

Em Lisboa, o Museu Coleção Berardo tem um programa especial para o fim-de-semana, a pensar em todos: ateliers de culinária, visitas guiadas, técnicas de pintura surrealistas e a possibilidade de ser detetive no museu, e passar lá a noite.

Pormenor Igreja São RoqueA Igreja e Museu de São Roque lança dia 16 de Maio o AMUSE – Augmented Museum Explorer, uma aplicação de realidade aumentada, disponível através do uso de um tablet (pode ser requisitado), e que une tecnologia, arte e história e permite ver um objeto virtual sobre a imagem real captada pela câmara. O Museu vai estar de portas abertas até tarde no dia 18, e com visitas guiadas. A partir das 19h há ainda concertos de jazz e música medieval no Claustro Padre António Vieira.

O Museu da Marioneta convida as famílias a jogar Enigmas no Museu no dia 18, num formato de visita diferente. Ao final do dia, as paredes vão ganhar vida com as atividades da Noite Mágica e as histórias inventadas pelo público. Dia 19 há propostas para criar Marionetas no Claustro e, em ambos os dias, pode assistir ao espetáculo POUFF, feito com antigas lanternas mágicas, para espetadores a partir dos 4 anos.

O Museu do Oriente convida os visitantes a conhecer as exposições com visitas orientadas e a participar na oficina especial Que cartaz para mim?, para registar a sua própria memória daquilo que viu, sentiu e ouviu.

No Castelo de S. Jorge acontece um despique poético de Moaxahas a Lisboa, danças medievais e renascentistas de Corte, demonstrações de cavaleiros, escudeiros e besteiros, visitas orientadas ao Sítio Arqueológico, e ainda um cortejo da Meia-Noite com todos.

No Museu Vieira da Silva, Jorge Silva Melo irá ler excertos de Memória de um Pintor Desconhecido de Mário Dionísio (entrada livre).

almocos_arte5Na Casa-Museu Medeiros e Almeida há entradas também gratuitas das 10h00 até às 20h00 e ainda a possibilidade de visitar a mostra «Intromissões» de homenagem a Eduardo Nery (1938-2013), que termina neste dia.

O pintor e artista plástico, que recentemente faleceu, é o autor das 10 obras expostas, que aliam a arte contemporânea à coleção de artes decorativas da Casa-Museu e que já haviam estado expostas entre 2007 e 2008 na Casa-Museu Medeiros e Almeida integradas num núcleo de 32 peças.

A Casa realiza ainda quatro visitas guiadas gratuitas, com a duração de 1h30 cada, com início às 10h00, 12h00, 16h00 e 18h00, que incluem a ala nova da casa, construída nos anos 70, depois o espaço habitado pelo casal Medeiros e Almeida.

O Museu Nacional do Traje, organiza um atelier para famílias, no Parque Botânico, dia 19 de manhã, onde vai ter oportunidade de modificar o tempo pela dança da chuva, de se perder na mata, ou até de encontrar a misteriosa Siucsi, rainha das doninhas perfumadas. Na programação especial está também incluída uma sessão musical, gestual e dramática sob o tema O Traje, a brincar, rimar, cantar e dançar!, conversas entre bloggers e criadores, jogos temáticos como scrabble e sopa de letras, visitas guiadas ao parque, e oportunidade para conhecer as esculturas em madeira feitas com motosserra pelo artista Emmanuel Courtot.

O Museu da Cidade tem jogos e pinturas, visita à coleção do museu, e um percurso pela maqueta da cidade de Lisboa antes do terramoto. Há ainda contos para pais e filhos, reconstituições históricas e oficinas de construção de mosaicos romanos.

No Museu Bordalo Pinheiro oferece visitas guiadas, uma oficina de cerâmica e prova de vinhos com show cooking.

No dia e noite dos museus, o Museu da Água tem um ensaio público do Coro Olisipo, um passeio com história ao pôr-do-sol no Aqueduto das Águas Livres e o espetáculo de dança contemporânea Romeu e Julieta-encontro, desencontro.

Em Cascais os museus têm horário alargado no dia 18. A assinalar a Noite dos Museus haverá o rally-paper Na Rota da Cultura ao final do dia, organizado pelo Farol Museu de Santa Marta e pela Casa de Santa Maria, e uma palestra sobre astronomia com o tema Como Conhecer o Céu Noturno, numa visita guiada ao céu.

Dia Internacional dos Museus_Noite_2013_imprensa

Óbidos inicia as comemorações no dia anterior: dia 17, decorrem visitas guiadas ao Museu Municipal e ao Museu Abílio e  o espaço do Jardim do Museu Municipal, recebe a atuação de DJs e do Music Lounge Garden, à noite.

Já no dia 18 de manhã há Tai-chi no Jardim, atuações de coros e orquestras, e inauguração da exposição Visão 360, de João Fonseca, sobre Fotografia de Espetáculo.

Na Nazaré o Museu Dr. Joaquim Manso acolhe a exposição O espírito dos lugares. Cenários para um Património Imaterial, que se enriquece com os objetos e fotografias da região. O programa contempla também atuações de coro e ainda do grupo folclórico, com danças alusivas às práticas agrícolas e tradições populares valadenses.

Em Ílhavo, no Museu da Vista Alegre, há ateliers de modelagem de barro gratuitos dia 17 e 18, e tem início a exposição de fotografia Retratos do trabalho – Histórias Partilhadas, que permanece até 1 de junho.

museu_pao_seiaEm Seia, o Museu do Pão assinala este dia de forma especial, oferecendo o seu pão a todos os seus visitantes.

No Museu de Évora os eventos também começam dia 17, com o espetáculo Daqui Vê-se Melhor!, dirigido às escolas. No dia 18 realiza-se o atelier Objetos e Brinquedos Óticos relacionados com a Imagem e Cinema, dirigido a crianças a partir dos 5 anos. No mesmo dia, à tarde, é apresentado para toda a família o espetáculo Baile das Histórias, baseado no universo de Paula Rego. Dia 19 à tarde, é a vez de subir ao palco o teatro O Retábulo de Mestre Pedro e Dom Quixote. Durante o mês de maio, e no âmbito das celebrações, realiza-se a Feira do Livro organizada pelo museu, e 16 de maio inaugura a exposição Tesouros do Museu de Évora – Curiosidade Natural, com uma coleção de História Natural constituída por uma multiplicidade de espécies.

lontrasTambém o Fluviário de Mora celebra a ocasião, desta vez com a Marcha dos Pirilampos, dia 18, às 19h00. Consiste num passeio pedestre, num passadiço de madeira de 1500 metros ao longo da ribeira da Raia, orientado por um educador ambiental durante cerca de 45 minutos. No ponto de encontro desta atividade – a receção do Fluviário de Mora – será entregue aos visitantes inscritos uma luminária muito especial e divertida.

Dia  18 de maio, Museus, Palácios e Monumentos da Direcção Geral Património Cultural (com exceção do Palácio Nacional da Ajuda)  têm entrada livre. São 100 museus da Rede Portuguesa de Museus que participam neste evento, e 400 atividades muito diversificadas para todos os gostos, numa data .

Veja aqui toda a programação detalhada de norte a sul.

 

Por Sofia Almeida Bernardo
Fotos  dos museus de Elsa Furtado

Deixar uma resposta