Rui Veloso encheu Parque Mayer ontem à noite

A iniciativa “Lisboa ao Parque”, que tem estado a decorrer na Capital desde 2 de Setembro e prometia para a noite de ontem (3 de Outubro), às 21h30, um concerto de Rui Veloso o “pai” do Rock Português, que muitos aguardavam com expectativa.
RVmadeira

Expectativa essa que não foi gorada quando o músico surgiu no palco, acompanhado da sua banda, à hora marcada. Em formato acústico, com direito a algumas brincadeiras musicais, Rui Veloso interpretou entre outros, temas como “Porto Côvo”, “Fado do Ladrão Enamorado”, “Já não há canções de amor” e “Todo o Tempo do Mundo”, que mereceram acompanhamento por parte do público.

Antes do fim, Rui Veloso dirigiu-se aos fãs que ali foram para o ver e demonstrar o seu apoio, pois o músico teve alguns problemas graves de saúde este ano, que levaram ao cancelamento de alguns concertos durante o Verão e mais recentemente contraiu Malária, depois de uma passagem por Moçambique. “Estou muito contente. É muito bom tocar aqui, neste espaço e espero que isto [a iniciativa de reanimar o Parque Mayer] continue”, disse o artista, concluindo que  “a 5 euros o bilhete é muito fixe”.

rui_parque_mayer-3

Retomando o alinhamento, “Chico Fininho”, onde Rui voltou a mostrar que toca a harmónica em Portugal como ninguém e o tema “Lado Lunar”, encerraram a primeira parte do concerto.

Já no encore “Nunca Me Esqueci de Ti”, “Serra do Pilar”, “O meu Primeiro Beijo”, “A Paixão segundo Nicolau da Viola”, “Não há Estrelas no Céu” e “Saíu Para a Rua”, fizeram as delícias do público, de pequenos a grandes, que não se fizeram de tímidos e acompanharam o músico nascido em Lisboa, mas com sotaque do Norte, ao longo de uma hora e meia de concerto.

rui_parque_mayer-7

A noite terminou em grande com uma forte ovação de palmas, das mais de 2000 pessoas (e crianças) que se deslocaram ao Parque Mayer para uma noite única, naquela que foi a “noite mais forte de todas da iniciativa”, segundo a organização, em que Rui Veloso mostrou que está bom e recomenda-se, tal e qual um bom vinho do Porto, envelhecido.

Uma casa cheia, que muito agradou a Paulo Dias, responsável da produtora UAU. “Acho que está tudo a correr muito bem, especialmente os grandes concertos que decorrem ao sábado à noite, como este, que têm esgotado”, revelou ao C&H.

rui_parque_mayer-5 rui_parque_mayer-6

Para a semana as Just Girls encerram as noites de “Lisboa ao Parque”, num concerto que se espera muito alegre e cheio de gente jovem.

Cheiros no Ar – Odores do Parque

Com a lotação esgotada para ouvir Rui “Chico Fininho” Veloso, os restaurantes do parque e as esplanadas também se encheram, o Restaurante A Gina foi dos mais concorridos (devido à sua localização próxima do palco 9, com mais de 200 refeições servidas durante a rui_parque_mayer-4noite, com destaque para “O Bife à Casa”, segundo disseram os seus proprietários  ao C&H.

Estes adiantaram ainda que, “estamos muito satisfeitos com a iniciativa, que trouxe as pessoas e os lisboetas de volta ao Parque”. Das 23 noites de espectáculos destacaram a rui_parque_mayer-2noite de ontem com o Rui Veloso, a noite de dia 11 de Setembro com a fadista Ana Moura e a noite de 23 de Setembro com Fernando Mendes – um “filho” do Parque, como as suas preferidas.

Bifanas, cachorros, pipocas e algodão doce, completavam a oferta em barraquinas e carrinhos espalhados pelo recinto, que esteve cheio e animado como em tantas noites de outrora.

Fotos Parque Mayer Francisco Lourenço

Veja aqui outros artigos relacionados:

Lisboa ao Parque – começa hoje com muita animação

Ana Brito e Cunha pôs Parque Mayer a rir às gargalhadas

Deixar uma resposta