Rock in Rio – Dia 3: Ivete Sangalo e Maroon 5 foram os reis da festa

Reportagem de Elsa Furtado, Sara Santos (Fotos) e FM

Em Dia Mundial da Criança esperava-se um dia diferente , de festa e muita animação no recinto do Parque da Bela Vista, para mais um dia de Festival – o terceiro. O cartaz prometia, com as presenças de Ivete Sangalo, Maroon 5 e Lenny Kravitz no Palco mundo e o público não defraudou, segundo a organização foram cerca de 74 mil pessoas que passaram ontem por aqui.

O recinto abriu as portas cedo para receber as 400 crianças de várias instituições sociais, numa acção promovida em conjunto com a Fundação Luís Figo. Juntas com os voluntários do festival  elas formaram um cordão humano  para cantarem o hino do Rock in Rio e receberam  os primeiros visitantes do dia.

O calor fazia-se sentir, embora com um sol um pouco envergonhado quando as hostes musicais arrancaram no Palco Sunset, por onde íam passar nomes como os  Orquestra Todos,  Orelha Negra & Hyldon e Kassin,  The Black Mamba e Tiago Bettencourt e a terminar Boss AC & Zé Ricardo, Paula Lima, Shout  num concerto que contou ainda com a presença de Tim na música “Exacto Momento”.

Ao mesmo tempo, a Rock Street começava a encher-se para assistir aos sons dos blues e do jazz de artistas como Bruce Henry e amigos, Cristian Reyes e Liliana Boutté e ver algumas das performances dos vários artistas de rua presentes neste evento.

Na Dance Street, outra da novidades desta edição, a animação também se fazia sentir, tal como no topo da montanha russa, mesmo em frente, de onde os gritos dos audazes viajantes não se fazíam rogados.

Mas a emoção no recinto aumentava, e foi em alta que o público já presente no recinto recebeu os portugueses Expensive Soul no Palco Mundo, pelas 19h00, que este ano tiveram honras de subir ao placo principal.

“Tem Calma Contigo”, “Bandido”, “Eu Não Sei Mais …”, foram alguns dos êxitos interpretados, com destaque para um momento muito especial com “O Amor É Mágico”, que contou em palco com a presença dos nossos atletas olímpicos e para-olímpicos, em véspera de estes partirem para Londres, numa acção de promoção do espírito nacional e de apoio aos nossos atletas.

A senhora que se seguiu em palco já é uma habituée neste festival, sendo considerada uma verdadeira embaixadora do Rock in Rio – Ivete Sangalo. Durante toda a sua atuação o público, que foi aumentando consideravelmente foi –se mostrando muito animado e fazendo coro nos temas mais emblemáticos como “Cadê Dalila”, “Perere”, “Abalou”, “Eva”, “Arerê” e surpresa das surpresas – “Easy” ao piano, num momento raro.

No ar, viam-se bandeiras brasileiras e portuguesas a esvoaçar, e foi também para o Brasil, para onde o concerto estava a ser transmitido que Ivete pediu um grande beijo e abraço, a que o público presente, muito dele brasileiro não se fez rogado, em mais um grande momento lusófono do festival, com Ivete a descer até ao meio do público e fazer as delícias dos seus milhares de fãs ali presentes. Este foi sem dúvida alguma um dos melhores “shows” da artista entre nós e desta edição do Rock in Rio.

Já noite chegada, os americanos Maroon 5, pela primeira vez entre nós, subiram ao palco para um dos concertos mais aguardados concertos da noite, que teve início com a novo “Payphone”, seguido de outros sucessos como “Stereo Hearts”, “Harder to Breathe”, “Sunday Morning” , “If I Never”, “Misery”, “One More Night”, “Wake Up Call”, “Jagger”, entre tantos outros temas, em ritmo calmo ou mais animado, mas que fizeram as delícias dos presentes, e proporcionando um grande momento musical na voz de Adam  Levine, o segundo da noite, depois de Ivete, que também pôs o público a dançar.

A fechar a noite, outro grande nome do panorama musical atual – Lenny Kravitz, que proporcionou mais de uma hora e meia de concerto, com direito a encore e tudo (o único da noite) – “Let Love Rule”. Embora este fosse um dos artistas mais aguardados do dia, o público começou a sair cedo, talvez para evitar confusão, talvez desmorecido com o ritmo do concerto, mesmo assim, o músico proporcionou grandes momentos ao som de temas como “Come On Get It”,  “Always on the Run”, “American Woman”, “It Ain’t Over Till It’s Over”, “Mr. Cab Driver”, “Are You Gonna Go My” e o delírio das fãs, ao tirar o casaco e mostrar os músculos e as tatuagens, encerrando a noite no Palco Mundo em jeito romântico.

Para quem continuou no recinto a festa continuou na Eletrónica com Jamie Jones, Maceo Plex Live e Dyed Soundorom, hoje há mais.

Deixar uma resposta