Rita Adolff-Wollfarth – criadora do conceito de Nanocubismo expõe no Museu Municipal de Faro

Rita Adolff-Wollfarth, pintora alemã de renome internacional, irá expor as suas obras no Museu Municipal de Faro, a partir do próximo dia 29 de agosto. Nanocubismo – Partita em Luz e Cor é o nome da mostra, que trará uma série de quadros dedicados à temática do Nanocubismo, depois de já ter exposto no passado mês de maio no Museu de Arte Moderna em Shangai, na China.

A pintora estudou na Academia de Belas Artes de Karlsruhe, tendo vivido circundada por um ambiente artístico. Começou a expor em Karlsruhe e Dusseldorf, tendo passado também por Nova Iorque, Paris e Taiwan. Teve um destaque especial quando expôs em Osaka, no Japão, em 1970 e ganhou o Prémio da Cidade de Osaka. Distinguiu-se também como Designer dando particular realce às áreas de design de interiores, artes gráficas e design estilístico arquitetónico.

O Nanocubismo é considerado pela pintora um movimento modernista do cubismo em que a artista envereda por um caminho muito próprio e até hoje nunca observado desta forma por nenhum outro pintor na Alemanha. Ela descreve trajetos experimentais dentro da banda da pintura abstrata considerando que apenas a arte é capaz de representar as dimensões da nossa realidade e de lhes dar formas emprestadas na tela; o pintor é capaz de captar aquilo que supostamente se recusa à representação e assim de lhe dar forma.

A inauguração promete contar com a presença do presidente da Câmara Municipal de Faro, José Macário Correia e do curador Rudolf Hanisch (vindo de Munique). A vernisage terá a atuação musical de um trio de guitarras portuguesas.

A exposição vai estar patente ao público até dia 29 de setembro, no Museu Municipal de Faro, de terça a sexta-feira das 10h00 às 19h00, sábado e domingo das 11h30 às 18h00, e tem entrada gratuita.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta