O Reino Do Meio De José Rodrigues Dos Santos Já Está Nas Livrarias

O Reino do Meio é o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos, que conclui a Trilogia do Lótus(iniciada em 2015), e já está à venda nas livrarias nacionais, com chancela da Gradiva.

O romance (à venda desde ontem) tem lançamento marcado para o próximo sábado, 23 de setembro, pelas 17h00, no Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa, e vai contar com apresentação do escritor Fernando Dacosta, uma apresentação de Tai Chi dinamizada pela Associação de Artes Marciais Yang Portugal, uma atuação do Coro Mo Li Hua, que interpretará canções chinesas e ainda uma breve representação pela Companhia de Teatro Fatias de Cá.

O Reino do Meio pode-se ler como um romance autónomo, segundo a editora, e “encerra a história inesquecível de quatro vidas que os totalitarismos do século XX moldaram irreversivelmente concluindo assim a Trilogia do Lótus”. A acção tem lugares em cidades como Berlim, Pequim, Tóquio, Xangai, e até nas ilhas dos Açores, durante o tempo de Adolf Hitler e Salazar, e tem como ingredientes principais o AMor, a Dor e o Ódio.

A guerra rebenta em Espanha e o Japão invade a China. Uma relação extraconjugal nos Açores, o atentado contra Salazar e as intrigas palacianas em Tóquio aproximam o coronel Artur Teixeira do cônsul Satake Fukui na mais imprevisível e perigosa das cidades – a Berlim de Adolf Hitler.
Lian-hua, a chinesa dos olhos azuis, está prometida a um desconhecido quando vê os japoneses entrarem em Pequim e a sua vida transformar-se num inferno. O mesmo espetáculo é observado pela russa Nadezhda Skuratova em Xangai, onde se apaixona por um português que a forçará a uma escolha impossível.

A Berlim do blackout, dos boatos e das anedotas, do Hotel Adlon, das suásticas que brilham à noite e das lojas vazias com vitrinas cheias; a Pequim das mei po casamenteiras, dos chi pao de seda, dos cules e dos riquexós; a Tóquio do Hotel Imperial, dos golpes no Kantei, do zen e dos códigos de honra giri e ôn; e a Xangai da Concessão Internacional, dos portugueses do Clube Lusitano, dos néones, do Bund, das taxi-girls russas e dos bordéis.

O Reino do Meio é o décimo sétimo  romance do escritor e jornalista nacional, tem 704 páginas e um preço de venda ao público de 22 euros.

Deixar uma resposta