ReAlive De Mateo Gil Foi O Vencedor Da 37º Edição Do Fantasporto

ReAlive do realizador espanhol Mateo Gol foi o grande vencedor da 37ª edição do Fantasporto, que decorreu entre 24 de fevereiro e 4 de março. A ficção, que acompanha um homem com uma doença incurável que congelou o seu corpo e é acordado 60 anos mais tarde quando a Medicina já tem uma solução para o seu caso, obteve também o Prémio de Melhor Argumento. 

O Prémio Especial do Júri do Cinema Fantástico foi atribuído à co-produção franco-filipina Saving Sally, de Avid Liongoren, onde a animação e a imagem real se entrecruzam numa comédia sobre a passagem à idade adulta. O Júri distinguiu ainda com uma Menção Especial o filme brasileiro “A Repartição do Tempo”, de Santiago Dellape, premiado também com o Prémio do Público.

O irlandês Liam Gavin obteve o Prémio Melhor Realizador com A Dark Song, que valeu também à protagonista Catherine Walker o Prémio Melhor Atriz. Já o Prémio Melhor Ator foi atribuído a Frederick Koehler, em The Evil Within, do norte-americano Andrew Getty.

The Darkest Dawn, do britânico Drew Casson, obteve o prémio destinado aos melhores Efeitos Visuais. O prémio para a melhor Curta-Metragem Fantástica foi para Cenizo, do espanhol Jon Mikel Caballero, sobre um jovem padre que é enviado para uma ilha remota para lutar contra forças sobrenaturais. Nesta categoria o Júri  premiou com uma Menção Especial a curta francesa Garden Party, de Theophile Dufresne, Florian Babikian, Gabriel Grapperon, Lucas Navarro, Vincent Bayoux e victor Claire.

Deixar uma resposta