Vida e Obra de Rafael Bordalo Pinheiro no Museu do Douro

“O Universo de Rafael Bordalo Pinheiro – da Caricatura à Cerâmica” é a exposição que homenageia e relembra a obra do artista português do século XIX, que vai estar patente ao público no Museu do Douro, na Régua, até 31 de Janeiro de 2010.expo bordalo

Zé Povinhos, “pretos”, sapateiras, pratos, jarrões, figuras decorativas, entre outras peças de expressão naturalista e figurativa, oriundas da Fábrica das Caldas da Rainha, caricaturas, quadros, páginas de revistas antigas, artigos e escritos soltos, são algumas das peças do período entre 1846-1905, que podem ser descobertas ou revistas pelos visitantes, muitas delas reunidas no mesmo espaço, pela primeira vez.

A exposição para além de apresentar o trabalho do multifacetado artista, e a sua influência na arte e em outros artistas da segunda metade do século XIX, mostra também o homem e a sua importância na época em que viveu, a criação da fundação da “Fábrica de Faiança das Caldas da Rainha”, com o seu irmão Columbano Bordalo Pinheiro em 1884, e a consecutiva contribuição desta para o desenvolvimento da cidade.Bordalo Pinheiro

As peças presentes na Régua são provenientes das colecções do Sintra Museu de Arte Moderna Colecção Berardo, do Museu Bordalo Pinheiro de Lisboa, da Colecção da Fábrica de Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha e do Museu Casa dos Patudos em Alpiarça.

A exposição pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00 e o bilhete custa 5 euros para a exposição temporária e para a exposição permanente “Memória da Terra do Vinho”, patente ao público no armazém 43 da Rua da Ferreirinha.

Fotos gentilmente cedidas pelo Museu do Douro

Deixar uma resposta