Quetzal publica compilação de ensaios de James Wood

A Quetzal lançou recentemente a obra A Herança Perdida, de James Wood, um conhecido crítico literário inglês.

A Herança Perdida reúne ensaios que o crítico James Wood foi publicando ao longo de vários anos em publicações tão prestigiadas como a  New Republic ou a  London Review of Books. De Herman Melville a Philip Roth, de Virginia Woolf a Don DeLillo, Wood analisa as formas como nestes escritores a literatura funciona como uma espécie de religião. Regista igualmente o percurso inverso  – a transformação da religião num género literário – levado a cabo por autores do século XIX como Matthew Arnold e Ernest Renan. A distinção entre a realidade e o realismo, os polémicos ensaios sobre George Steiner, John Updike e Julian Barnes, a profunda empatia da escrita que permite novas leituras de escritores consagrados são motivos suficientes para se aceder ao universo de James Wood.

A Herança Perdida, de James Wood, Quetzal, com 392 páginas, à venda por 19,90 euros.

Deixar uma resposta