Prémio Nobel da Literatura 2012 atribuído a Mo Yan

Após ter sido já várias vezes mencionado para candidato ao Prémio Nobel da Literatura, Mo Yan  foi finalmente o vencedor neste ano de 2012. Nasceu na China em Gaomi, província de Shandong, a 5 de março de 1955 sendo considerado um dos grandes escritores chineses contemporâneos. Considera-se muito influenciado pelo escritor americano William Faulkner mas também pelos japoneses Yukio Mishima e Oe Kenzaburo.

Durante o período da revolução cultural foi obrigado a interromper os estudos e assim iniciou-se a escrever apenas no início dos anos oitenta. Em 1981 publicou o seu primeiro romance O Rabanete de Cristal; desde aí já tem publicados cerca de oitenta volumes entre romances, contos e ensaios onde se inclui o único título disponível em Portugal, Peito Grande, Ancas Largas, publicado pela Babel.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.