Prémio Nobel da Literatura 2012 atribuído a Mo Yan

Após ter sido já várias vezes mencionado para candidato ao Prémio Nobel da Literatura, Mo Yan  foi finalmente o vencedor neste ano de 2012. Nasceu na China em Gaomi, província de Shandong, a 5 de março de 1955 sendo considerado um dos grandes escritores chineses contemporâneos. Considera-se muito influenciado pelo escritor americano William Faulkner mas também pelos japoneses Yukio Mishima e Oe Kenzaburo.

Durante o período da revolução cultural foi obrigado a interromper os estudos e assim iniciou-se a escrever apenas no início dos anos oitenta. Em 1981 publicou o seu primeiro romance O Rabanete de Cristal; desde aí já tem publicados cerca de oitenta volumes entre romances, contos e ensaios onde se inclui o único título disponível em Portugal, Peito Grande, Ancas Largas, publicado pela Babel.

Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta