Porto vira sede do cinema fantástico

Os amantes de cinema não podem deixar de visitar o Porto entre Fevereiro e Março deste ano. É nesta época que o imaginário, o fantástico e aficção científica tomam conta da Cidade Invicta durante o Fantasporto (Festival Internacional de Cinema do Porto), considerado um dos melhores do mundo desta temática. O evento começa no dia 21 de Fevereiro e segue até 6 de Março no teatro Rivoli.

A antestreia nacional de 127 Horas, o novo filme do oscarizado britânico Danny Boyle, marca o arranque do primeiro módulo da 31ª edição do Fantasporto. A abertura oficial está agendada para 25 de Fevereiro, com a exibição de The Resident, que conta com a interpretação de Hillary Swank. O Fantas 2011 termina com Season of the Witch, de Dominic Sena, que conta com um elenco de luxo, incluindo nomes como Nicolas Cage, Christopher Lee e Ron Perlman.

Consagrado internacionalmente pela revista Variety como um dos 20 mais importantes festivais do mundo, e no top dos de temática fantástica, o Fanstasporto tornou-se um dos mais significativos acontecimentos culturais e cinematográficos de Portugal. Desde o seu início, conforme site oficial do evento, o Fantasporto teve a pretensão de tornar-se um fórum cultural e pólo dinamizador de todas as artes, com incidência especial na divulgação do bom e variado cinema de todas as partes do mundo e de todas as tendências do fantástico e do imaginário.

Depois da arquitectura e da robótica, o programa especial vira-se para as artes plásticas e leva o Fantas a estrear-se na produção. Numa co-produção com a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e a Universidade Católica,  o festival está realizar, com a ajuda dos alunos, 18 curtas e médias–metragens sobre artistas plásticos como Júlio Resende e Paulo Neves, a exibir no Festival.

Ainda no âmbito cultural e artístico, vai ser apresentado um conjunto de iniciativas como é o caso de exposições de artes plásticas, espetáculos de teatro e de marionetes, colóquios, edição de livros monográficos ou temáticos, concurso de cartazes e cinema não-profissional. Este ano haverá três mostras competitivas – Cinema Fantástico (curtas e longas-metragens), Semana dos Realizadores e Oriente Express – e uma mostra oficial não-cometitiva “Première & Panorama” que promete ser um espelho da mais recente produção mundial. Está prevista também uma competição e dois novos prémios dedicados ao cinema português (Grande Prémio do Cinema Português’10 e Prémio Jovem Realizador Português), além de homenagens e uma extensa programação cultural.

O Fantasporto assinala ainda os 150 anos do nascimento de George Méliès e homenageia Jean Renoir (falecido cineasta, escritor, argumentista, encenador e actor francês), bem como o trabalho do produtor Paulo Trancoso, que co-produziu A Casa dos Espíritos e A Rainha Margot.

No total serão exibidas mais de 300 curtas e longas-metragens ao longo de duas semanas.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta