Porto Editora reedita títulos infantis de Sophia de Mello Breyner Andresen

A Porto Editora reedita Sophia de Mello Breyner Andresen, com os primeiros títulos já à venda em edições renovadas: A Fada Oriana, A Menina do Mar e Quatro Contos Dispersos. Os livros contam ainda, respectivamente, com as ilustrações de Teresa Calem, Fernanda Fragateiro e João Caetano.

Com estas reedições, a Porto Editora pretende divulgar a obra da escritora entre os leitores mais novos, promovendo-a nas escolas portuguesas, entre alunos e professores.

A FADA ORIANA

Dizia Sophia que as fadas são seres da natureza. Queria com isto lembrar que elas nascem da nossa capacidade de atribuir vida, vontade e intenções ao mundo da natureza.

Em A Fada Oriana, encontramos o dom da proteção sobre os seres mais frágeis que vivem numa floresta, encontramos as tão humanas oscilações entre a solidariedade, o sentido da responsabilidade e o egoísmo e a vaidade. Encontramos, como é próprio de muitos contos tradicionais e para a infância, as peripécias de uma luta entre o bem e o mal.

A Fada Oriana, de Sophia de Mello Breyner Andresen, Porto Editora, com 96 páginas, à venda por 13,50 euros.

A MENINA DO MAR

A Menina do Mar é o primeiro conto de Sophia para a infância e foi editado, pela primeira vez, em 1958.

Tendo a praia como cenário, este conto revela-nos uma história de amizade entre um rapaz e a Menina do Mar. Cada um vive no seu mundo, o rapaz na terra e a menina no  mar, mas a curiosidade de ambos leva-os a querer partilhar essas diferenças: a menina fica a saber o que é o amor, a saudade e a alegria; o rapaz aceita viver com ela no fundo do mar.

A Menina do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen, Porto Editora, com 40 páginas, à venda por 12,50 euros.

QUATRO CONTOS DISPERSOS

Este livro reúne quatro contos escritos entre 1985 e 2004.

O adjetivo “dispersos” incluído no título indica que foram primeiramente editados em publicações diversas e em diferentes datas, concordando com a ausência de ligação entre as várias narrativas.

Estes Quatro Contos Dispersos apresentam-nos, assim, histórias com enredos bem distintos: os preparativos para a execução de um homem; um encontro insólito durante uma viagem de comboio; as deambulações de um músico cego na Lisboa pós-revolucionária; e as histórias de vida e morte de Ana Bote, a mulher do banheiro de uma praia atlântica.

Quatro Contos Dispersos, de Sophia de Mello Breyner Andresen, Porto Editora, com 72 páginas, à venda por 12,50 euros.

Deixar uma resposta