Peter Hook & The Light fizeram tremer o CCB em mais uma noite do Misty Fest

Reportagem de Sara Santos

Já prometia ser um grande concerto, este espectáculo de Perter Hook & The Light em homenagem aos Joy Division, e assim começou, com grande aplauso no auditório do CCB completamente cheio ontem à noite.

Ouviram-se os primeiros acordes com “Atmosphere”, seguido por “No Love Lost” e “Leaders of Men”, ao som de “Disorder”, “Day of the Lords” ou “New Dawn Fades” começa alguma agitação na plateia, sempre bem recebido pelo público que esbracejava, saltava e abanava as cadeiras do auditório, foi ao som de “She’s Lost Control”  e depois de  “Shadowplay” que as cadeiras não conseguiram mais segurar a audiência, que saltou primeiro para as laterais e corredores a dançar, e depois foi mesmo grande parte da plateia que ficou de pé a dançar mesmo em frente do palco ignorando as poucas pessoas que ainda permaneciam sentadas.

Sempre em grande euforia ouviu-se “Twenty Four Hours” e alguns dos fãs quase sobem ao palco, sendo impedidos pelos seguranças da sala do CCB que certamente em nada esperavam algo parecido com o que se passou. O concerto terminou mais de uma hora depois ao som de “Transmission”, “Love Will Tear Us Apart” e “Ceremony” cantados em coro.

A primeira parte ficou muito bem entregue aos portugueses UNI_FORM que convidados pelo próprio Peter Hook não decepcionaram e deram um grande concerto, tocaram algumas musicas do seu novo álbum “1984” não esquecendo alguns do melhores temas do anterior “Mirrors”. A sala já estava bem composta quando se ouviu os primeiros acordes de “Wrong man”, seguido de temas como “Shadows” “Still alive” “Stealer”  e claro não podia faltar “1984”,

Deixar uma resposta