Perdidos na América

Numa cidade pequena de Kentucky, cinco estranhos juntam-se: uma mulher de 80anomaliesanos que anda por aí em botas de cowboy e uma t-shirt dos Sex Pistols; uma beleza numa cadeira de rodas; um jovem iraquiano à procura do soldado americano que atingiu na Guerra do Golfo; uma menina muito precoce e enraivecida com o mundo; um Afro-Americano muito articulado, que parece constantemente drogado mas na realidade está sempre sóbrio.

Onde quer que estas 5 aberrações aparecem, as pessoas riem-se deles. A paixão que os une é a musica, o sonho de conquistar o mundo com a sua música e juntos fundam uma banda de power-pop new-wave heavy-metal punk rock chamada os Anomalies.

Nas palavras do seu vocalista, “A única forma de tornar este sitio melhor seria Deus largar uma bomba”.Sozinhos são apenas estranhos, mas juntos podem ser a bomba que Deus não quer largar …

Perdidos na América é uma delicia de se ler. Joey Goebel conta a história destes 5 estranhos e das pessoas que os rodeiam, visitando e revisitando cada um dos deles, saltando de mente em mente, contando tudo na primeira pessoa. Depois de começar a ler, somos apoderados por uma sensação de voyerismo que nos obriga a ler uma página a seguir à outra, até ouvirmos os Anomalies tocar…

Joey Goebel nasceu em 1980 em Henderson, no Kentucky, Estados Unidos. Perdidos na América foi o seu primeiro romance. Desde então já escreveu mais duas obras, tendo Torture the Artist sido distinguido em 2006 na Áustria com o Prémio do Júri dos Jovens Leitores. Foi também vocalista e guitarrista das bandas punk The Mullets e Novembrists.

Perdidos na América está à venda nas livrarias a partir de hoje, 9 de Fevereiro e é uma edição ASA.

Deixar uma resposta