Paulo Ossião expõe de novo na Livraria Barata

Paulo  Ossião expõe na Livraria Barata,  As Pessoas e a Cidade,um conjunto de doze pinturas e três esculturas, subordinadas a Lisboa.  O artista plástico inspirou-se na cidade onde nasceu e sempre viveu, e nas suas gentes, no bulício das ruas, as luzes que se projectam na fachada, o movimento quotidiano dos lisboetas, os turistas de passagem, as pessoas que se passeiam. A exposição é comissariada pela Microarte Galeria e está patente até 25 de Abril na Livraria Leya na Barata, na Av. de Roma, em Lisboa.

Paulo Ossião é um dos mais conotados aguarelistas portugueses,  e escolheu desde sempre, a aguarela como meio de expressão plástica e de sentimentos. As suas aguarelas destacam-se pelas cores diluídas, por um  tom azul e um olhar tranquilo transparece na pincelada espontânea sobre Lisboa. Retrata pessoas anónimas, com quem o espectador se pode identificar.

O artista tem já uma relação antiga com a Galeria Barata. Participou em diversas exposições, designadamente na mostra colectiva de 1993 em conjunto com Artur José, Isabel Laginhas, Jorge Guimarães e Laranjeira Santos. No ano seguinte, apresentou a sua pintura ao lado de Artur José e Manuel Barroco na exposição “Modos de Ver Lisboa”, em 1996 expôs as suas obras ao lado da pintura de Albertina Mântua e azulejos de Artur José. Também expôs individualmente, tendo aqui lançado o livro “Olhares”, um livro dedicado à mulher e ao desenho a lápis e a carvão.

As Pessoas e a Cidade, na  Livraria Leya na Barata, na Av. de Roma, em Lisboa. A livraria está aberta de segunda a sábado, das 9h00 às 23h00 e domingos e feriados, das 10h00 às 19h00.

Texto de Clara Inácio

 

 

Deixar uma resposta