Pátio da Galé em Lisboa já está aberto ao público

O Pátio da Galé, inserido no conjunto arquitectónico do Terreiro do Paço foi recuperado e devolvido aos lisboetas para usufruto destes na passada sexta-feira, dia 25 de Fevereiro, depois de onze meses de obras de reabilitação, num projecto da responsabilidade do arquitecto Tiago Silva Dias e que custou cerca de 4,3 milhões de euros, co-financiados pelo Turismo de Lisboa  e pelo Turismo de Portugal.

O novo Pátio mantém a traça original com um toque de contemporaneidade e de funcionalidade, tendo por base materiais nacionais como a pedra lioz, mosaicos hidráulicos, madeiras pintadas e as paredes caiadas. Os diferentes espaços são intercomunicantes, havendo duas mezanines nas lojas.

O Pátio da Galé acolhe agora dois restaurantes – o Terreiro do Paço (que abre hoje ao público) e o Aura (do Grupo Lágrimas), uma geladaria, esplanadas, espaço para exposições e eventos, loja de promoção e merchandising de Lisboa, um Posto de Turismo, a sede do Turismo de Lisboa, o Canal Lisboa e a ModaLisboa.

Outra das grandes novidades é a instalação de uma Pousada de Portugal, em pleno centro de Lisboa, no antigo edifício do Ministério da Administração Interna e que à semelhança das outras já existentes vai ficar entregue ao grupo Pestana – Pousadas. O prazo previsto para a sua abertura é de 3 anos.

A Sala do Risco vai ser o espaço por excelência para a realização de eventos, como é o caso da Modalisboa, que vai decorrer nos próximos dias 10, 11, 12 e 13, seguindo-se uma mostra de Fado, enquanto candidato a património imaterial da humanidade pela Unesco.

Por Clara Inácio
Fotos gentilmente cedidas pelo gabinete de comunicação Turismo de Lisboa

Deixar uma resposta