Oriente-se Invade Zona Oriental De Lisboa

Entre 30 de setembro e 4 de novembro, o teatro acontece a Oriente, com a primeira edição do Oriente-se – Festival de Teatro Amador a decorrer no Auditório Fernando Pessoa, do Teatro Contra-Senso, em Marvila.

Durante seis sábados são recebidos seis grupos que vão levar à cena os seus trabalhos: Contacto (de Ovar), Teatro Cale Estúdio (de Vila Nova de Gaia), Teatro Renascer (de Esmoriz), Teatro Vitrine (de Fafe), Kaspiadas (de Pontével, Cartaxo) e Juventude Unida de Mosteiró (de Vila do Conde).

No dia 30 de Setembro, às 21h30, o grupo Contacto de Ovar apresenta O Cavaleiro da Triste Figura; no dia 7 de outubro, à mesma hora pode-se assistir a El Rei Seleuco, pela Juventude Unida de Mosteiró de Vila do Conde.

No dia 14, às 21h30, sobe a cena a peça O Mais Longo Verão, pelo Teatro Vitrine de Fafe. Já no dia 21, às 16h00, é a vez da peça Farruncha, pelo Kaspiadas – Grupo Cénico da Casa do Povo de Pontével, Cartaxo.

No dia 28, às 21h30, o Cale Estúdio Teatro de Vila Nova de Gaia, apresenta a peça Como Estamos de Amores?; e no dia 4 de Novembro, às 21h30, encerra o festival a peça Flor Alma Espanca, pelo Grupo Teatro Renascer de Esmoriz.

Para este primeira edição foi escolhido o ator Pedro Górgia como Padrinho da iniciativa.

Os bilhetes custam 3 euros e a entrada é grátis para crianças até aos 3 anos. A peça infantil do dia 21 de outubro é grátis para crianças até aos 12 anos.

Deixar uma resposta