Ópera enche noites de Óbidos em Agosto

A Nona Sinfonia de Beethoven marca a 31 de Julho o arranque do Festival de Ópera de Óbidos que contará no encerramento com a soprano Elisabete Matos para uma gala nas margens da Lagoa de Óbidos. Os cenários da Cerca do Castelo de Óbidos, da Casa das Gaeiras e da Lagoa de Óbidos acolhem mais um Festival de Ópera, com organização da Óbidos Patrimonium. Até 21 de Agosto vão passar por esta vila do Oeste inúmeros artistas de renome nacionais e estrangeiros e grandes orquestras.

No dia 31 de Julho, pelas 22h00, a Casa das Gaeiras, com capacidade para 500 pessoas, vai receber pela primeira vez o festival, que arranca com a Sinfonia N.º 9 , uma peça particularmente importante , não só pelo facto de ter introduzido a voz (solos e Coro) num género, até aí, puramente instrumental, mas também por ter alargado a formação da orquestra e a sua própria duração até uma dimensão nunca antes praticada. Pela Casa das Gaeiras vão passar 75 músicos da Filarmonia das Beiras e 70 elementos dos coros Lisboa Cantat e Regina Coeli.

No mesmo dia será apresentado um vinho Gaeiras Branco, com um rótulo associado ao programa «Óbidos Gourmet» e que poderá ser provado por todo o público.

A 7 de Agosto, Óbidos recebe a conhecida ópera de Gioacchino Rossini, O Barbeiro de Sevilha, que conta a história de Fígaro, um barbeiro que faz de tudo na sua cidade: arranja casamentos, ouve confissões, espalha boatos. O espectáculo tem lugar na Cerca do Castelo, às 21h30.

Também no mesmo cenário terá lugar, pelas 21h30, no dia 19 de Agosto, a ópera La Bohème, de Giacomo Puccini. Traição, mentiras, vaidade, intrigas, loucura. Todos os ingredientes que consagram o género estão nesta peça.

A terminar com chave de ouro, a Grande Gala Final, às 22 h00, na Lagoa de Óbidos, como já é habitual,  para ouvir a conhecida soprano Elisabete Matos. Serão interpretadas nesta noite algumas das árias mais famosas de óperas como Carmen, Nabucco, Tosca, Turandot, entre outras.

O cenário natural da Lagoa será também palco do espectáculo de José Cid & Big Band, que irá realizar-se a 14 de Agosto.

Os bilhetes custam entre 20 e 35 euros, (com excepção do concerto de José Cid que custa 10 euros) e estão à venda nos locais habituais e no site do festival.

Por Cristina Alves

Deixar uma resposta