Obra De José De Guimarães Marca Início Da Programação De Aniversário Da Fundação E Do Museu Do Oriente

Um Museu do Outro Mundo é a mostra que o público pode visitar a partir de hoje no Museu do Oriente, em Lisboa, e na qual se destaca uma intervenção inédita de José de Guimarães.

A mostra integra a programação especial do 30º aniversário da Fundação Oriente e o 10º aniversário do Museu do Oriente (inaugurado a 8 de maio), que começa hoje e vai decorrer até dia 27 de maio, com entrada e atividades gratuitas aos domingos.

A intervenção inédita de José de Guimarães – Um Museu do Outro Mundo – José de Guimarães nos 30 Anos da Fundação Oriente e nos 10 Anos do Museu do Oriente é composta por 150 peças, que incluem objectos da colecção Kwon On (arte popular asiática) do Museu do Oriente, obras da autoria de José de Guimarães, criadas propositadamente para esta exposição, e peças da colecção de arte chinesa do artista (nomeadamente bronzes, jades e terracotas chinesas). “A intervenção reflecte sobre o museu enquanto espaço de alteridade, em permanente troca e diálogo com a estranheza e a familiaridade entre a arte e a vida, o museu e o mundo”.

A mostra tem curadoria de Nuno Faria e arquitectura de Pedro Campos Costa e “propõe um diálogo em torno da ideia de museu como estrutura/casa/construto cultural e social em que objectos de diferentes lugares e proveniências reenviam para usos, funções, ostentações e simbolismos diversos, por vezes coincidentes, outras contraditórios”.

Um Museu do Outro Mundo pode ser visitada até 3 de junho, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00 ( e sexta feira até às 22h00, com entrada gratuita a partir das 18h00). As entradas podem ser adquiridas no local e custam 6 euros. De referir ainda que a mostra está inscrita no Ano Europeu do Património Cultural 2018.

A restante programação inclui exposições, concertos, workshops sobre as mais variadas artes e técnicas orientais, aulas de yoga, dança tradicional e estampagem de tecidos, palestras, demonstrações e um street food festival com especialidades locais e asiáticas integram esta programação especial, espectáculos com danças tradicionais da Tailândia, e uma performance de tambores Taiko, pelo grupo Ondekoza do Monte Fuji, Japão, e ainda as culturas da Índia, Coreia, Filipinas, Bangladesh, China e Timor.