Gradiva lança novo romance de Ian McEwan

Mel é o título do novo romance de Ian McEwan, mais uma vez publicado pela Gradiva. Autor de várias obras adaptadas ao cinema, de alguns argumentos e até de um libreto de ópera, McEwan apresenta desta vez uma história que decorre durante um período particularmente conturbado do Reino Unido.

A acção de Mel decorre na Grã Bretanha no início dos anos 70. Serena Frome, a bela filha de um bispo anglicano, é aliciada para os Serviços Secretos no seu ano final em Cambridge. A guerra fria cultural prossegue e o país é assolado por convulsões sociais e actos de terrorismo num período extremamente violento da história da Inglaterra, especialmente por causa da actividade do IRA. Serena torna-se subitamente parte de uma encenação e é incumbida de estabelecer contacto com um jovem e promissor escritor, Tom Hailey, ideologicamente comprometido com o lado de cá da Cortina de Ferro, financiando-o anonimamente de modo a promover a “guerra de ideias”, criando alternativas à produção intelectual sempre tão cara à ideologia comunista.

Mas, para Serena, esta sua actividade de espionagem envolve também a sua vida pessoal, quer no que se refere ao seu antigo amante, um ex-funcionário do MI5 de meia-idade bon-vivant e casado que a introduziu nos serviços secretos, quer no que se refere ao escritor que é vítima da sua encenação e por quem acaba por se apaixonar.

Mel, de Ian McEwan, Gradiva, com 388 páginas, à venda por 15 euros

Deixar uma resposta