Novidades de novembro no teatro São Luiz em Lisboa

O Teatro Municipal São Luiz estreia em novembro Dias a Fio de Luísa Costa Gomes, com encenação de Ana Tamen e continua a apresentar o Festival Temps d’Images com Ping, de Vasco Mendonça e Sandro Aguillar, segue-se o concerto de José Luís Greco que marca presença na Mostra Espanha 2011, e regressa o Clube da Palavra e o Lisboa Mistura, a iniciativa Ler Dom Quixote continua a decorrer.

Dias a Fio junta Luísa Costa Gomes e Ana Tamen vinte anos depois de Nunca Nada de Ninguém, de 10 a 20 de novembro. Em Dias a Fio os dias decorrem sem brilho e os sonhos imobiliários destruídos.

Diz Florinda, a agente imobiliária, num desabafo de momentâneo desencorajamento: “Mas é isto, Palmira, dias a fio. Caves, grutas, poços, garagens, anexos em varandas, corredores, arrumos, estúdios ao rés-do-chão nas traseiras dos cemitérios. Mortos de fome, desapossados, velhos sem nada, mulheres sozinhas com ranchadas de filhos. Não se consegue um negócio. Os grandes arrebanharam os condomínios, os apartamentos, e nós ficamos a esgaravatar o fundo da gamela.” A colega Palmira contrapõe, optimista: “Mas o poço até está por um preço muito bom.” E Florinda, filosófica: “Pois que remédio, temos de valorizar o poço, é o que nos resta.

Nesta edição do Festival Temps d’Images, o S. Luiz associa-se e co-produz A Voz Humana de Carlos Pimenta e Raquel Castro e recebem Vasco Mendonça, Sandro Aguilar e a Orchestrutopica para uma revisitação singular de Beckett, Ping, a 4 e 5 de Novembro.

O Clube da Palavra é o espaço da palavra pronunciada, cantada e desenhada, sempre em português, no dia 12 de novembro marcam presença no Jardim de Inverno os “palavristas” António Zambujo, Miguel Horta, Raquel Lima e Penicos de Prata com o desenho em tempo real de António Jorge Gonçalves.

De 25 a 27 de novembro tem lugar o Festival Lisboa Mistura, que já vai na 6ª edição e é um ponto de encontro no centro da cidade, durante três dias, bairros e viajantes encontram-se para celebrar e pensar o futuro da comunidade.

No dia 22, o teatro associa-se à Mostra Espanha 2011 com o concerto de José Luís Greco, e a leitura de mais um capítulo de Dom Quixote, nos dias 15 e 29.

Texto de Clara Inácio
Foto de Elsa Furtado
 

Deixar uma resposta