No Teatro São Luiz é «Hora de Viktor Ullman»

A assinalar o Dia Mundial do Holocausto, o São Luiz Teatro Municipal (SLTM) vai apresentar a 27 de Janeiro, no Jardim de Inverno, A hora de Viktor Ullmann, um recital evocativo com a soprano Ana Maria Pinto e Nuno Vieira de Almeida ao piano. O concerto será precedido por uma introdução de Manuela Franco.

O espectáculo vai começar às 18h30 e os bilhetes custam 10 euros.

Entretanto, de 28 a 30 de Janeiro o São Luiz vai também apresentar a mais recente criação de Ricardo Pais, Sombras – A nossa tristeza é uma imensa alegria. Num tributo apaixonado às mais belas palavras em português (António Ferreira, Garrett, Pessoa, entre outros), este é um espectáculo que parte do fado e dá seguimento aos trabalhos anteriores do encenador de Raízes Rurais.Paixões Urbanas (1997) e Cabelo Branco é Saudade (2005). Este trabalho conta com uma equipa onde se destacam os nomes de Fabio Iaquone, Mário Laginha e Paulo Ribeiro, só para citar alguns.

Ainda este mês, o São Luiz vai voltar a contar com mais uma edição do Clube da Palavra, que regressa pela segunda vez no dia 29 de Janeiro, às 23h30, desta feita com Chullage, Mitó, Silva o Sentinela e António Jorge Gonçalves.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta