Nintendo lança curso no Museu Berardo com base no programa Art Academy

Foi ontem apresentado no CCB, em Lisboa, o novo programa educativo do Museu Colecção Berardo, centrado no Art Academy da Nintendo. Esta parceria vai disponibilizar, a partir de 2011, workshops de pintura no Museu com o suporte do Art Academy, o curso de pintura interactivo da consola portátil Nintendo DS, já disponível nas lojas, que desafia a descoberta de artistas.

Os workshops (ainda sem data concreta agendada), que serão dirigidos sobretudo a famílias (em vez de meios académicos), destinam-se não a formar artistas mas sim a consciencializar o público para as técnicas e métodos utilizados na pintura.

Sem pretender substituir a formação académica, o Art Academy pretende ensinar truques simples para pintar e desenhar, permitindo assim seleccionar entre o tipo de lápis e de pincel a utilizar, personalizar a selecção de tintas e cores, e aceder a uma base de dados de obras de autores como Albrecht Dürer, Picasso ou Matisse. Pensado para todas as idades, ‘Vince’, o professor virtual, ensina o utilizador a fazer sombras, dar volume e criar passo a passo as imagens que estão a visualisar, em dez lições.

Caso possua uma DS XL ou Nintendo DSi, poderá também utilizar a máquina fotográfica da consola para registar imagens, a utilizar como modelos.

O programa, que mimetiza o toque do lápis e do pincel na tela, é manipulado principalmente através do ecrã táctil da Nintendo DS. No entanto, as características da consola não permitem recriar as gradações de cores possíveis no papel, através de tintas “reais”, nem produzir linhas rectas.

As pessoas têm ao seu dispor três lápis, a opção de dois tipos de bicos, seis pincéis e uma paleta cromática que mostra as cores que se vai produzindo. Há ainda a opção de adicionar mais água nas cores na pintura. O utilizador é desafiado a desenhar tanto flores e frutos como Paul Cézanne nas lições iniciais, como Luigi Colombo Fillia na pintura.

Texto de Cristina Alves
Fotos gentilmente cedidas pelo gabinete de imprensa da Nintendo

Deixar uma resposta