Nesta Quadra Parta À Descoberta Dos Mercados De Natal No Norte Da Europa

Ir à procura do Pai Natal, das Renas, ou apenas ir à descoberta dos doces e tradições de Natal do Norte da Europa são apenas algumas desculpas possíveis para quem gosta de viajer nesta época do ano e ir para outras paragens. O C&H deixa-lhe aqui três sugestões, todas cobertas de branco, e com belíssimos mercados de Natal no Norte da Europa, mais concretamente, Salzburgo na Áustria, Praga na República Checa e Copenhaga na Dinamarca. Agora é só fazer as malas e partir à descoberta.

Começamos pela cidade de Mozart e que deu ao mundo a lendária canção de Natal “Stille Nacht” – “Noite Silenciosa” da autoria de Franz Gruber – Salzburgo.

Aqui os mercados de Natal são muito importantes, e alguns dos maiores e mais bonitos da Europa, havendo vários espalhados por toda a cidade, desde meados de novembro até ao Natal. Os dois principais ficam instalados na Praça da Câmara Municipal, próximo da estátua de Mozart e da igreja associada ao cântico de natal.

Árvores de natal, barracas de madeira com artigos decorativos alusivos à época, como porta velas e castiçais, bolas decorativas, brinquedos de madeira, bolos e bolachas, batatas ao forno, fruta, pão temperado, vinho quente e outras bebidas e doces típicos da época fazem as alegrias dos traseuntes que aqui vêm passear e fazer algumas das suas compras de natal, rodeados de um fofo manto branco. Animam o ambiente os coros de natal, que prepetuam assim uma tradição secular da região.

Seguimos para Norte, para a capital da República Checa – Praga, onde os Mercados de Natal são também muito importantes para a população local e uma das principais turísticas para quem vem de outras paragens.

O mercado principal fica na praça principal, junto ao famoso relógio astronómico e a um mais pequeno na famosa Avenida Venceslau. Aqui são muitas as barracas de comes e bebes, onde o destaque vai para o famoso e saboroso presunto de Praga assado ao ar livre e para os rolos de bolacha, acompanhados com vinho quente e especiarias ou uma cerveja típica. Nas várias barracas aqui espalhadas é possível comprar um cachecol, gorro ou luvas tão últil por estas paragens, peças de cristal oriundas da República Checa, elementos decorativos natalícios, licores, queijos, entre tantos outros produtos. Se puder, suba à torre do relógio e aprecie a bela vista do mercado e da cidade antiga.

Terminamos a nossa viagem na terra da pequena Sereia, em Copenhaga. Aqui o destaque vai para o Mercado de Natal em Højbro Plads onde não pode deixar de provar um típico gløgg dinamarquês, um chocolate quente, ou um café, complemente o lanche com um queijo – dinamarquês ou italiano, salsichas grelhadas e um tradicional æbleskiver “danish”.

Nas diferentes barracas de madeira aqui espalhadas é possível comprar uma bonita peça de vidro, de madeira, decorações de natal, agasalhos, doces, entre muitas outras coisas, para presentear os seus amigos ou pura e simplesmente para guardar como lembrança de uma viagem “mágica”.


Se ainda não está cansado, siga para Bruxelas e delicie-se com os chocolates famosos por estas paragens, ou vá até Munique ou Berlin, na Alemanha, onde os mercados também são uma das atracções principais desta época e desfrute ao máximo das decorações e espírito de Natal desta parte da Europa.

O C&H viajou para Salzburgo a convite do Turismo de Salzburgo e para Praga a convite do Turismo da República Checa.

Deixar uma resposta