Myriad by Sana Hotels já abriu em Lisboa

O novíssimo Myriad by Sana Hotels abriu numa zona nobre da cidade, no Parque das Nações, paredes meias com a Torre Vasco da Gama,  com 186 quartos, dois restaurantes, um SPA e diversas salas de reuniões que se erguem até 143 metros de altura. O Myriad fica a a 5 minutos do aeroporto Internacional de Lisboa, a 15 minutos de carro do centro da cidade e junto às principais vias de ligação Sul e Norte.

Myriad by Sana Hotels é o primeiro hotel construído sobre as águas do Tejo e a primeira unidade hoteleira cinco estrelas da cadeia Sana Hotels em Portugal. O projecto é da autoria do Arquitecto Nuno Leónidas que privilegiou a integração dos elementos, conseguindo a simbiose perfeita entre torre e hotel, onde a transparência do edifício acentua a vista panorâmica e a luz natural.

Os quartos e suites têm uma decoração cosmopolita e sofisticada, em tons de preto e prata e vermelho, com uma vista panorâmica e privilegiada sobre Lisboa e o Tejo. Os quartos estão equipados com tecnologia de ponta, que permite personalizar a música ambiente através do ipad ou iphone.

O hotel apresenta obras de arte da autoria de Sofia Courteilles, o “Painel Anyma”, e de autoria conjunta de Sofia Courteilles e Miguel David Pinho, as peças “Navegar é preciso…viver” e “World.

Sayanna Wellness SPA funciona no 23º andar com um conceito personalizado de luxo. Dos serviços disponíveis destacamos o Flutuário –  que simula as águas do Mar Morto, a sauna com paredes de vidro para o exterior e a VIP SPA Suite, para duas pessoas.

O River Lounge é o restaurante/bar principal e localiza-se no piso térreo. Caracteriza-se por um ambiente trendy, contemporâneo e literalmente sobre o Rio Tejo. A sua cozinha oferece uma viagem para os cinco sentidos, com assinatura do chef alsaciano, Frederic Breitenbucher. O chef apresente uma cozinha criativa portuguesa baseada nas tradições do mar.

Anexo ao hotel localiza-se o Myriad Crystal Center, um centro de congressos com 1.500m2 de área útil, equipado com tecnologia de ponta e envolto em luz natural.

Por Clara Inácio
Fotografia gentilmente cedida pelo hotel

1 Comentário

  1. Só agora fiquei a saber que este Hotel teve como autor o meu antigo colega e amigo , Arq. Nuno Leónidas. Tenho acompanhado o seu percurso, desde que saiu de Lisboa, da ESBAL, e cruzou o Atlântico até ao Brasil, onde também estudou e exerceu, e desde que regressou a Portugal, não pára de nos surpreender. Parabéns pela sua nova obra, e logo que for a Lisboa , faço questão de ir visitar este hotel.
    Já ouvi falar desta cadeia de Hoteis, sei que também têem um hotel em Málaga , e que usam as novas tecnologias, a todos os níveis. Estão todos de Parabéns. Só falta agora um Hotel, no Algarve…
    Um bem Haja.

    Marília Nobre

Deixar uma resposta