Música, gastronomia e artesanato e feira do livro animam Natal em Odemira

Artesanato, comércio local, gastronomia, animação cultural e ainda espectáculos de música, além de uma feira do livro, antecipam o Natal no concelho de Odemira, onde as primeiras iniciativas começam no fim-de-semana.

Na vila de São Teotónio, o recinto de feiras e exposições recebeu nos dias 8 e 9 de dezembro o “Natal na FACECO”, com artesanato, gastronomia e animação local, com destaque para o comércio local.

Vários comerciantes locais tiveram os seus serviços e produtos disponíveis, com promoções e descontos, acompanhados por um intenso programa, com artesanato ao vivo, gastronomia, animação infantil e música.

Desde terça-feira e até ao dia  29 de dezembro, a Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, é anfitriã de uma feira do livro, que pretende “promover o livro e a leitura”. A ideia é aliar a cultura à época natalícia, sugerindo a opção de oferecer livros no Natal a familiares e amigos.

Ainda na Biblioteca José Saramago, mas entre os dias 18 e 22 de dezembro, um ateliê sob a temática do Natal vai procurar levar os mais novos a criar “verdadeiras obras de arte”, recorrendo a materiais como cartolinas, papéis brilhantes, jornais, cola, tesouras e fitas colotiras.

Este ano, é o Coro Polifónio de Castro Verde que vai animar o tradicional Concerto de Natal, agendado para o dia 21 de dezembro, pelas 21h30, no Cineteatro Camacho Costa, em Odemira, com Cantos de Paz e Fraternidade, Ambiências de Dezembro, Cantos de Alegria e Esperança e Natal no Alentejo. Serão 15 temas, de compositores tão variados como Mozart, Beethoven, Mendelssohn, Chopin e Schubert, entre temas tradicionais alentejanos.

O Coro Polifónico de Castro Verde, da Associação Sénior Castrense, tem a direção musical de António João César, atual docente no Conservatório Regional do Baixo Alentejo.

Texto de Ângela Nobre

Deixar uma resposta