Música, dança e artes de rua animam Albufeira no sábado

A Avenida Sá Carneiro, na zona da Oura (em Albufeira), vai ser palco, no próximo sábado, do «Summer Parade», uma mega festa recheada de música, dança e artes de rua, um momento com a marca «Allgarve». Este espetáculo de rua, promete surpreender, a partir das 22h00, com números de cor, luz, som e multimédia. A principal avenida de animação noturna da cidade vai assim ser transformada num palco de rua, onde artistas de várias nacionalidades dão largas à imaginação e executam fantásticas performances nas mais variadas artes.

O circo contemporâneo chegará pela companhia madrilena Ale Hop, com o espectáculo “Voluminaires”, “que provocará estados de “surpresa, emoção, magia e alegria» no público, prometem os directores José María Silva e Alejandra Oviedo”, segundo um comunicado do Allgarve.

Cerca de 16 artistas vão movimentar-se como se fossem personagens saídas de uma banda desenhada de ficção científica. E as projecções de vídeo e acrobacias serão musicadas pela banda da companhia, composta por quatro músicos que estarão no local com uma guitarra, um baixo, uma bateria e teclados. A Ale Hop contará uma história de fragmentos oníricos, com seres «fora do tempo que nos transportarão para uma época indeterminada».

“Snowman” e “Humaled” são as actuações da companhia BySTRESS, de Vila Nova de Famalicão, que, respectivamente, trará avisos sobre o aquecimento global e a variedade das formas do corpo sincronizadas com imagens em vídeo.

E directamente do programa da SIC «Portugal tem Talento» chegam os Trial Portugal, que vão levar a Albufeira a modalidade Trial Bike praticada, e os Momentum Crew, grupo de b-boying ou breakdance artístico que vai apresentar uma “performance inovadora” que “irá partilhar o seu amor pela dança com o público algarvio”. No mesmo estilo vão também ter lugar apresentações dos CP9, em que seis b-boys e uma b-girl vão animar em ritmo a Avenida Sá Carneiro.

Finalmente, Pablo Méndez e Wilson encerrarão a noite. Pablo Méndez, é o mentor da companhia galega Com Sal Y Azucar, “responsável por espectáculos impressionantes em que a maquilhagem sustenta seres fantasmagóricos e as luzes se convertem em sensuais bailes acrobáticos”. Já Wilson é “o beat box que tem mais música na voz do que um grupo inteiro”, e um dos vocalistas principais da banda Makongo.

 

 

Texto de Cristina Alves

 

Deixar uma resposta