Museus Do Traje E Do Teatro E Da Dança Recebem Exposição Peças Em Peças Do TNSJ

Peças em Peças – Do Figurar e do Trajar composta por figurinos do Teatro Nacional São João, do Porto (TNSJ), é a exposição atualmente patente ao público no Museu Nacional do Traje e No Museu Nacional do Teatro e da Dança em Lisboa.

A mostra resulta de uma parceria entre o Museu Nacional do Traje, o Museu Nacional do Teatro e da Dança, o Teatro Nacional São João e a Escola Superior de Arte e Design/ESAD, de Matosinhos e “pretende explorar a relação entre o design de moda e o desenho de figurinos através do guarda-roupa do TNSJ (Porto), apresentando figurinos, desenhos de figurinos, objetos de cena e outras peças baseadas na imagem e som”, e apresenta-se em dois núcleos (instalados um em cada museu).

A exposição tem curadoria de Anita Gonçalves e pretende realçar e dar a conhecer a componente plástico-simbólica de peças utilizadas em 12 espetáculos realizados no TNSJ, com o intuito de revelar o lugar do design e da simbólica na construção da personagem de cena.

Os figurinos funcionam como uma segunda pele que permite afirmar a identidade, história e personalidade das personagens. Em Portugal, a referência a trajes para representações teatrais remonta ao século XVII e, a partir daí, os figurinos passaram a afirmar-se como meio simbólico de uma dramaturgia que pode, ou não, aproximar-se dos padrões da roupa quotidiana do período que se pretende retratar. É precisamente este o foco da exposição Peças em Peças: do Figurar e do Trajar que “resgatou” os figurinos de 12 espetáculos produzidos no Teatro Nacional São João (TNSJ).

Algumas das peças que o público pode agora apreciar de perto são de: Ubus (2007), do designer de moda e figurinista Bernardo Monteiro; Casas Pardas (2013), da designer de moda Maria Gambina; Platónov (2008), dos designers de moda StoryTailors; O Mercador de Veneza (2008), do designer de moda e figurinista Bernardo Monteiro; Punch and Judy (2002), do designer de moda Filipe Faísca; várias da autoria de António Lagarto, entre outros.

A exposição pode ser vista até dia 30 de maio no Museu Nacional do Teatro e da Dança de terça-feira a domingo, entre as 10h00 e as 18h00; e no Museu Nacional do Traje à terça-feira, entre as 14h00 e as 18h00, e de quarta-feira a domingo, entre as 10h00 e as 18h00.

Os bilhetes para cada um dos museus custam 4 euros, e o bilhete conjunto 6 euros e podem ser adquiridos no local.

Deixar uma resposta