Museu Gulbenkian recebe a exposição As Idades do Mar

A partir do próximo dia dia 26, o Museu Gulbenkian apresenta a exposição As Idades do Mar, centrada nas representações físicas e simbólicas do Mar ao longo de quatro séculos da pintura ocidental (séculos XVI-XX).

Estarão exibidas obras de Turner, Friedrich, Ingres, Guardi, Bocklin, Constable, Lorrain, Monet, Courbet, Klee, Dufy, De Chirico, Manet, Van Goyen, entre outros. A pintura portuguesa estará representada por nomes como Amadeo de Souza Cardoso, Vieira da Silva, Sousa Lopes, Noronha da Costa, António Carneiro ou João Vaz.

Com curadoria de João Castel-Branco Pereira, diretor do Museu Gulbenkian, As Idades do Mar reúne 108 obras vindas de meia centena de instituições nacionais e estrangeiras e conta com mais de uma dezena de peças da coleção do Museu d’Orsay.

A abrir a exposição estará A Largada do Bucentauro de Francesco Guardi, obra pertencente à coleção do Museu Gulbenkian e que sintetiza as linhas programáticas da mostra representando um ritual que se cumpria anualmente na cidade de Veneza que simbolizava o casamento entre a Terra e o Mar.

A exposição desenvolve-se, a partir daí, em seis núcleos distintos: A Idade dos Mitos, A Idade do Poder, A Idade do Trabalho, A Idade das Tormentas, A Idade Efémera e a Idade Infinita.

Em paralelo com a exposição irão realizar-se quatro conferências sobre iconografia do mar na azulejaria, na tapeçaria e na pintura, nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro, no Auditório 3.

As Idades do Mar na Galeria de Exposições Temporárias da Fundação Gulbenkian, de 26 de Outubro a 27 de Janeiro de 2013, das 10h00 às 18h00, excepto à segunda-feira. Às terças e quintas-feiras pelas 15h00, estão disponíveis Visitas Orientadas por Isabel Oliveira e Silva e Maria do Rosário Azevedo. Estas visitas têm o custo de 5 euros. As escolas e grupos interessados em realizar visitas devem ir ao site.

Texto de Clara Inácio

Fotografia gentilmente cedida pelo Museu Gulbenkian autorizada pela Fundazione Torino Musei, A Sereia de Giulio Aristide Sartorio

Deixar uma resposta