Museu do Oriente realiza atividades relacionadas com o Novo Ano Chinês

Museu do Oriente organizou um conjunto de atividades para celebrar o ano Novo Chinês, que se festeja a 23 de janeiro, este ano dedicado ao Dragão, animal que rege este ano lunar.

O Museu do Oriente sugere a oficina A lenda de Buda e dos 12 animais do zodíaco, onde as crianças vão conhecer esta história. A lenda conta como apenas 12 animais apareceram para celebraram o ano novo com o Buda. Este sensibilizado com a sua presença, decidiu compensá-los atribuindo, a cada um, um ano do calendário lunar. O atelier decorre nos dias 7 e 21 janeiro. A atividade é das 11h00 às 13h00 e requer marcação prévia. Cada participante paga 5 euros e destina-se a crianças dos 6 aos 12 anos.

A 21 de  janeiro a oficina Um dragão por companhia vai revelar as diferenças na forma como as civilizações ocidentais e orientais encaram o dragão. Os participantes são desafiados a construir um longo dragão segundo a arte milenar do recorte de papel. O atelier decorre das 14h30 às 16h00 ou das 16h30 às 18h00. O bilhete custa 4 euros por participante e requer marcação prévia.

A comemoração do novo Ano Novo Lunar é ainda marcada por visitas orientadas, ao núcleo da China da exposição Deuses da Ásia, nos dias 20 e 23 janeiro.  A visita decorre entre as 19h00 e as 20h00. Destina-se a adultos e o bilhete custa 6 euros.

A 22 de Janeiro, véspera do ano novo chinês,  terá lugar a oficina sobre xilogravuras, O Ano Novo Lunar em Xilogravuras. Estas eram inicialmente utilizadas para decorar as casas e eram tidas como tendo poderes para afastar o mal. A oficina vai ter lugar das 14hh30 às 16h00 e das 16h30 às 18h00. O bilhete é de 4 euros e destina-se a famílias.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta