Museu do Oriente propõe uma programação rica e variada para o primeiro trimestre de 2013

A programação do primeiro trimestre do ano no Museu do Oriente é marcada pela comemoração do Ano Novo Chinês, o Ano da Serpente, e sugere ainda oficinas especiais para as férias de Carnaval e Páscoa dos mais pequenos, cursos, conferências e espetáculos, bem como a inauguração de três grandes exposições.

A comemoração do Ano da Serpente vai decorrer nos dias 9 e 10 de fevereiro com várias atividades desde a oficina para todos Bolinhos Chineses da Sorte e Uma Serpente em Recortes de Papel, à oficina para crianças Procurando Dragões assim como uma visita orientada temática em torno da chegada de mais um ano lunar.

Para as crianças destaca-se as oficinas de longa duração por altura das férias de Carnaval e da Páscoa; são elas 1001 Caras da Ópera de Pequim, nos dias 11 e 13 de fevereiro, e O Japão nas tuas Mãos, de 18 a 27 de março.

No que diz respeito aos workshops e cursos, os visitantes poderão participar no workshop de cozinha ayurvedica nos dias 12, 19 e 26 de janeiro, no curso de chá no dia 19 de janeiro, A Arte de Viajar nos dias 9 e 16 de março. Há também workshops práticos que decorrem no restaurante do Museu nas seguintes datas: 6 e 20 de fevereiro, 6 e 20 de março e 3 de abril.

Relativamente às exposições, a primeira estará patente entre 25 de janeiro e 31 de outubro na Galeria Nascente e chama-se Cartazes de Propaganda Chinesa. A Arte ao Serviço da Política, comissariada por Jacques Pimpaneau e Sylvie Pimpaneau, estando organizada em nove núcleos e apresentando uma mostra de cerca de cem cartazes de propaganda chinesa, produzidos entre 1959 e 1981 e que constituem um documento histórico do período que vai do Grande Salto em Frente e da criação das Comunas Populares ao fim da Revolução Cultural.

No dia 1 de fevereiro inaugura a exposição Macau. Memórias a Tinta-da-China que reúne várias obras do pintor Charles Chauderlot, as quais tentam memorizar o glorioso passado marítimo de Macau, neste ano em que se comemoram quinhentos anos de relações luso-chinesas. Esta exposição estará patente até ao dia 30 de junho no Lounge do Museu.

A exposição de fotografia Do Vasto e Belo Porto de Lisboa inaugura no dia 28 de fevereiro e é constituída por uma seleção de imagens da coleção de fotografias antigas da APL – Administração do Porto de Lisboa, cerca de setenta fotografias que retratam a vida portuária nas suas variadas vertentes nos primeiros quartéis do século XX. Estará patente na Galeria Sul do Museu até ao dia 27 de maio.

O interesse demostrado pelos visitantes levou ainda o Museu do Oriente a prolongar a exposição O Chá. De Oriente para Ocidente até ao dia 31 de março de 2013.

Quanto aos espetáculos destaca-se Da Mulher, uma homenagem ao feminino pela bailarina Sara Naadirah, no Auditório do Museu no dia 2 de março às 21h30, os Solistas da Metropolitana com De Brandeburgo a Viena no dia 12 de janeiro e Quinteto de Schubert no dia 16 de março, ambos às 17h00. No dia 15 de março às 21h30, o concerto A Cultura Luso-Árabe, concerto para alaúde, canto e darbuka que decorrerá também no Auditório do Museu.

Mantêm-se ainda os Domingos em Família, os Domingos dos 2 aos 4, os Sábados em Oficina assim como várias visitas orientadas e conferências.

O Museu do Oriente está aberto de terça-feira a domingo das 10h00 às 18h00 sendo que à sexta-feira o horário prolonga até às 22h00. A entrada é livre a partir das 18h00. A programação pode ser consultada no site do museu.

 Texto de Joana Resende

Deixar uma resposta