Museu do Fado recebe exposição de Carlos Barretto

O Museu do Fado apresenta desde ontem, a exposição Solo Pictórico – Variações, uma mostra consagrada à pintura de Carlos Barretto.

O projecto Solo Pictórico é o resultado das incursões na pintura do músico de Jazz. Segundo palavras do próprio: “Para aqueles que me consideram pintor, artista plástico, eu costumo responder que tento exprimir os sons de forma gráfica e visual”. Nesta exposição, Carlos Barretto apresenta uma série de 11 telas dedicadas ao fado e aos seus intérpretes.

“Sou músico de profissão e o meu veículo de expressão é o som. Trabalho com matérias sonoras. Para aqueles que me consideram pintor, artista plástico, eu costumo responder que tento exprimir os sons de forma gráfica e visual. A representação de noções normalmente associadas à música como ritmo, forma, harmonia, cor, nuance, cromatismo, dinâmica, movimento, fazem-me sentir um músico que pinta os sons.”

Após a série Músicos de Jazz, Carlos Barretto dedicou-se neste último ano ao tema Artistas do Fado, género musical que sempre acarinhou e que o levou a trabalhar e a conviver com a maioria dos músicos e cantores representados na exposição. As telas expostas retratam esses artistas no exercício do seu ofício, assim como “a energia e a electricidade que sinto emanar dos seus actos de criação”, confessa Carlos Barretto em comunicado à imprensa.

Texto de Cristina Alves

Deixar uma resposta