Museu do Azulejo apresenta exposição Cerâmica Portuguesa da Monarquia à República

A Cerâmica Portuguesa da Monarquia à República é a nova exposição temporária, que vai estar patente ao público no Museu Nacional do Azulejo, até 13 de Fevereiro de 2011.

A mostra reúne 180 peças, que vão da faiança à porcelana, passando pelo azulejo, que vão da década de 1870 aos primeiros anos da República, estando assim representados na cerâmica a mudança de regime, tanto a nível de peças de autor, tais como Rafael Bordalo Pinheiro, com as suas caricaturas e sátiras, como o Zé Povinho, bem como de peças industriais.

Acompanhamos desta forma a mudança dos motivos temáticos, havendo uma maior relevância para as novas figuras do poder, mas verificando a permanência de alguns motivos, como por exemplo, os de cariz historicista e evocativo, numa tentativa de enaltecimento do imaginário nacional.

A exposição está inserida nas iniciativas realizadas no âmbito das comemorações do Centenário da República, e tem a coordenação geral de Maria Antónia Pinto de Matos e como comissário João Pedro Monteiro.

A mostra pode ser visitada durante o horário normal do museu, de quarta-feira a domingo, das 10h00 às 18h00 e à terça das 14h00 às 18h00. Os bilhetes de entrada para o museu têm um preço nomal de 5 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta