Museu Bordalo Pinheiro expõe caricaturas de António

 

O Museu Bordalo Pinheiro inaugura no próximo dia 27 a exposição intitulada  A Viagem de António, com alguns dos estudos que o autor desenvolveu para chegar às representações definitivas patentes na estação de Metropolitano do Aeroporto de Lisboa.

Algumas das figuras mais marcantes do Portugal do século XX “desfilam” desde a passada terça-feira, na nova estação de Metro do Aeroporto.

Para a caricatura este momento é um marco, atribuindo-lhe um carácter eterno e permanente, depois de ser utilizada por muitos artistas em trabalhos decorativos, mas quase sempre de uma forma efémera. A caricatura ocupa pela primeira vez um lugar de destaque num espaço público.

Para além dos estudos de António, são também apresentados um conjunto de fotografias que documentam os vários momentos técnicos da execução dos painéis, ou seja, todo o processo técnico que se seguiu ao processo criativo. São também apresentados alguns documentos utilizados neste trabalho.

António Antunes publicou os seus primeiros cartoons no diário lisboeta República, em Março de 1974. No final do mesmo ano, ingressou no semanário Expresso onde continua a publicar as suas obras. Já recebeu inumeros prémios como o Grande Prémio do XX International Salon of Cartoons (Montreal, Canadá, 1983), 1º Prémio de Cartoon Editorial do XXIII International Salon of Cartoons (Montreal, Canadá, 1986), Grande Prémio de Honra do XV Festival du Dessin Humoristique (Anglet, França, 1993), Award of Excellence – Best Newspaper Design, SND – Estocolmo, Suécia (1995), Premio Internazional
Sátira Politica (ex-æquo, Forti dei Marmi, Itália, 2002), Grande Prémio Stuart Carvalhais (Lisboa, Portugal, 2005) e o Prix Presse International (St. Just-Le-Martel, França, 2010).

Realizou exposições individuais em Portugal, França, Espanha, Brasil, Alemanha e Luxemburgo. Publicou, entre outros, os livros, António – 20 anos de Desenhos (1994), Desenhos Satíricos (2000) e Traços Contínuos (2005); integrando também as colectâneas, Cartoons do Ano, desde 1999, e as internacionais, 1970’s The Best Political Cartoon of Decade (1981), The Finest International Political Cartoons of Our Time, volumes I, II e III (1992, 1993 e 1994) e Cartoonometter (1994).

Foi júri de salões de desenho humorístico em Portugal, Brasil, Grécia e Turquia. Dedica-se ainda ao design gráfico, à Escultura e à Medalhística. É director do salão de humor gráfico, World Press Cartoon.

A Viagem na Galeria do Museu Bordalo Pinheiro, no Campo Grande.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta