Mercados De Natal Em Estrasburgo

Reportagem de Tânia Fernandes e António Silva

As decorações dos estabelecimentos comerciais, a sobressair das fachadas de edifícios medievais, são a grande atração da cidade de Estrasburgo, em França, durante o mês de dezembro. Os contos de Natal são o principal tema. As luzes intensas, à noite, criam um céu colorido habitado por seres de fantasia.

A História

Estrasburgo tem o mercado de Natal mais antigo da Europa. Na Idade Média, por volta do dia 6 de dezembro, fazia-se o Mercado de São Nicolau junto à Catedral e ofereciam-se presentes às crianças. A tradição foi sofrendo ajustes, ao longo de quatro séculos, e expandiu-se pela cidade, sem nunca se perder. Celebra assim, este ano, a sua 447ª edição.

A festa faz-se nas ruas e a par com os pontos de venda, há concertos em igrejas, exposições e ações de solidariedade. A rua é o ponto de encontro dos amigos e as conversas cruzam-se com os cheiros das especiarias da época: uma combinação de canela, anis, cravinho, cardamomo e zimbro.

As ruas e as casas são decoradas de forma exuberante. Quando o sol se põe, acende-se a magia. Especialmente impressionante é a Carré d’Or, com uma teia de luzes a iluminá-la. Os mercados distribuem-se pelas principais praças, no centro. Além do mercado tradicional junto à Catedral, há o Christkindelsmarik na praça Broglie, a venda de produtos da região da Alsácia na praça Marché-aux-Poissons, animação na zona exterior do Palais Rohan e na praça Meuniers. Uma grande árvore de Natal, com trinta metros de altura, é a grande atração da praça Kléber e na praça Gutenberg a cidade presta homenagem, este ano, à Islândia. Para além da árvore de natal azul, acompanhada de um urso polar, o mercado, neste espaço, comercializa artesanato e especialidades gastronómicas deste país.
Na Catedral encontra-se exposto um enorme presépio, com cinco cenas, que data de 1907.

A fragilidade do país em matéria de atentados, obrigou a um reforço de segurança na cidade. O centro histórico de Estrasburgo encontra-se delimitado por um braço do rio Ill. Assim, nesta edição, todas as pessoas que entram na ilha são revistadas e os veículos não circulam no centro. Mesmo o metro de superfície , que atravessa o centro, só permite entrada e saída de passageiros fora dos postos de controle.

Estrasburgo soma mais de dois mil anos de história e o centro histórico está classificado como Património Mundial da UNESCO. Na época do Natal a cidade torna-se particularmente atrativa (com grande afluência de pessoas), mas mantém todo o seu esplendor fora desta época.

Passeio de Barco

Uma das formas de conhecer a sua beleza envolvente, e confrontar o caráter distinto das marcas das duas grandes influências que sofreu – francesa e germânica – é fazer um passeio de barco no rio. As embarcações cobertas e climatizadas (no inverno) permitem desfrutar de uma perspectiva panorâmica, com todo o conforto, da beleza da cidade. A Batorama é uma das empresas a operar, com passeios de cerca de uma hora, pelos braços do rio Ill. A viagem tem acompanhamento de audioguias, em doze línguas (português incluído) e a saída faz-se no cais do Palácio Rohan, junto à Catedral. Inclui passagem nas inclusas que controlam o desnível da linha de água junto à zona da Petit France. O passeio passa ainda junto à zona mais internacional da cidade, permitindo contemplar os modernos edifícios das Instituições Europeias.

Arte

Outra forma de conhecer a evolução das ideias e dos contornos de Estrasburgo até à atualidade é visitar o Museu de Arte Moderna e Contemporânea. Fica numa das margens do Ill e parte dos primórdios da fotografia e dos traços do impressionismo até às formas mais experimentais dos dias de hoje. Até ao dia 25 de Fevereiro está patente a exposição “Laboratoire d’Europe, Strasbourg 1880-1930”. Trata-se de uma mostra pluridisciplinar sobre os novos saberes e as formas artísticas inéditas que surgiram nesta região, do encontro das culturas alemã e francesa e, mais recentemente, o alargamento a toda a Europa. Em permanência, encontra-se uma galeria dedicada ao artista Gustave Doré.

Informações úteis :

Os mercados de Natal abrem diariamente das 11h00 às 20h00. Ás sextas-feiras o horário estende-se até às 21h00 e aos sábados às 22h00. Encerram no dia 25 de dezembro e voltam abrir entre 26 e 30 de dezembro.

Os pontos de interesse concentram-se o centro e a melhor forma de os conhecer é percorrer a cidade a pé. O Turismo de Estrasburgo disponibiliza um serviço de audioguia que permite fazer um passeio, de forma autónoma, com acesso a informação histórica pertinente. Pode ser requisitado no posto junto à Catedral e tem a duração de cerca de 1h30.

O turismo disponibiliza ainda um passe, válido por três dias consecutivos, com acesso (ou descontos) em museus, passeios e experiências. O passeio de barco, o passeio a pé com audioguia ou as entradas nos museus, são alguns dos exemplos do que pode usufruir com este passe. Tem um custo de 21, 50 euros por adulto e entre 10 a 15 euros para crianças. Pode ser adquirido no Posto de Turismo de Estrasburgo.

O C&H teve o apoio do Turismo de Estrasburgo na visita a Estrasburgo.

Deixar uma resposta