Manuscrito Publica Isabel De Aragão De Isabel Stilwell

Dez anos depois do seu primeiro romance histórico, Isabel Stilwell, lança o seu sétimo livro: Isabel De Aragão – Entre O Céu E O Inferno pelas mãos da Manuscrito.

Isabel Stilwell presenteia-nos com mais uma grandiosa e comovente história sobre uma rainha portuguesa. Todos conhecemos, vagamente, a história de Isabel de Aragão.

Através da sua escrita cativante, a autora revela-nos muito mais do que factos históricos, desvenda a misteriosa vida da rainha Isabel de Aragão, repleta de emoções, dúvidas e força interior.

Entre o céu e o inferno. Assim foi a vida de Isabel de Aragão. Nasceu envolta no saco sagrado, a 11 de fevereiro de 1270, em Saragoça. Intocável. Protegida. Com poucos dias de vida o avô, Jaime I, levou-a consigo para Barcelona, no meio de uma tempestade. Cresceu a ouvir histórias de grandes conquistas, de reinos divididos por lutas sangrentas entre pais e filhos e, entre irmãos. A história de Caim e Abel. Uma história que se repetiu ao longo da sua vida…

Aos 12 anos casou com D. Dinis, rei de Portugal, e junto dele governou durante 43 anos. Praticou o bem, visitou gafarias, tocou em leprosos e lavou-lhes os pés, gastou a sua fortuna pessoal a ajudar os que mais precisavam e mandou construir o mosteiro de Santa Clara, em Coimbra. Da sua lenda fazem parte milagres, curas e feitos. Mas «a melhor rosa de Aragão», que herdou o nome da Santa Isabel da Hungria, «era boa para ser rei», como dizia muitas vezes o marido.

Junto dos seus embaixadores e espiões, com a ajuda da sua sempre fiel Vataça, jogou de forma astuta no tabuleiro do poder. Planeou e intrigou. Mas a história teimava em repetir-se. Caim e Abel. Pai contra filho, o seu único filho varão contra os meios-irmãos bastardos.

Morreu aos 66 anos, depois de uma penosa viagem de dezenas de léguas de Coimbra a Estremoz, montada numa mula, para evitar mais um conflito entre Portugal e Castela. Sempre acreditou que a película em que nascera a protegeria de tudo, mas nos últimos tempos de vida sentia-se frágil e vulnerável. E duvidava. Onde falhara como mulher e mãe?”

Isabel Stilwell é jornalista e escritora, e tem uma grande paixão por romances históricos, tendo-se estreado neste género com D. Filipa de Lencastre.

Isabel de Aragão: Entre o Céu e o Inferno – A Rainha Que Portugal Imortalizou Como Rainha Santa tem o selo da Manuscrito Editora – Grupo Editorial Presença, 528 páginas + 16 extratextos, e um preço de venda ao público de 23,90 euros.

Deixar uma resposta