Mais algumas sugestões para o Dia Internacional dos Museus

O Dia Internacional dos Museus celebra-se a 18 de Maio e está quase a chegar. A celebração deste ano é sob o mote “Museus no Mundo em Mudança: Novos Desafios, Novas Inspirações”, são vários os espaços museológicos que apresentam uma programação especial. O C&H deixa-lhe aqui mais algumas sugestões a descobrir.

O Museu da Marioneta anima o Dia internacional dos Museus com os Enigmas no Museu, distribuíndo aos seus visitantes um envelope cheio de enigmas por resolver. Ao longo do percurso pelo Museu, os visitantes são convidados a solucionar um conjunto de enigmas que os ajudará a conhecer melhor algumas obras em exposição. Sexta-feira, dia 18, das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00. Destina-se a famílias.

Durante a tarde de sábado, 19 de Maio, acontece a Oficina no claustro Dragões refilões, das 14h00 às 17h00. Às 16h00 há a visita orientada À descoberta das marionetas, para maiores de 16 anos. Os visitantes vão fazer uma viagem que começa no Oriente, passando por diversos países com tradições associadas a esta arte, ficando a conhecer diferentes tipos de marionetas. O museu vai estar aberto até às 24h00.
No domingo, 20 de maio, é a vez da Oficina A dança do dragão, para fazer em familíaDas 10h30 às 12h30m, para 1 adulto + 1 criança com  mais de  6 anos. Todas as actividades são gratuitas, apenas requerem marcação prévia.  

Entrámos no ano do dragão! Para comemorá-lo vamos criar todos juntos um dragão gigante! Para a sua construção vamos utilizar materiais reutilizados e, no final, todos vão participar na sua manipulação!   

O Fluviário de Mora comemora o Dia Internacional dos Museus com diversas actividades a que chamou Fluviário de Mora – Um Museu Vivo. O Fluviário realiza visitas guiadas sob o tema Damos Voz ao Rio, onde o visitante vai acompanhar o percurso de um rio desde a nascente até foz acompanhado por elementos da equipa do Fluviário. Actividade é gratuita  e realiza-se entre as 10h00 e as 12h00 e das 16h00 às 17h00. Os visitantes podem realizar visitas livres entre as 12h00 e as 16h00  e das 17h00 às 19h00. Poderá ainda assistir ao filme Sob o Espelho de Água,  no Auditório,  um documentário sobre o Fluviário de Mora, entre as 10h00 e as 19h00.

Neste dia pode aceder às alas técnicas do Fluviário, intitulada o “Rio Subterrâneo”, para ficar a conhecer o funcionamento técnico do Fluviário de Mora, entre as 15h00 e as 16h00. Requer o pagamento de 8 euros e a marcação prévia.

No Museu de Aveiro pode assistir ao teatro Tudo o que não vem na história do museu, com base no livro de Cláudia Sattmiller, Joana, a Princesa que não queria ser Princesa. No final será oferecido um livro autografado a cada turma. Às 10h00 é a sessão para o pré-escolar e às 11h00 é a sessão para o 1º Ciclo. 

Todos contam histórias da Princesa Joana. Uns dizem que ela não queria casar, outros dizem que era uma santa e outros ainda que ela não quis governar. Mas como será esta história contada só pelos rapazes? Que segredos e aventuras terão para nos revelar sobre esta princesa que até hoje dá tanto que falar?

 

Por Clara Inácio

Deixar uma resposta