M.A.R. Mostra de Artes de Rua 2017 Arranca Hoje Em Sines

A Edição 0.1 de M.A.R. Mostra de Artes de Rua 2017, em Sines, arranca hoje e decorre até 23 de setembro, numa programação diversificada e criativa, em vários pontos da cidade, com o primordial intuito de promover as artes de rua, valorizar o património histórico e aproximar artistas e público.

A Mostra apresenta 15 projetos oriundos de Portugal, Espanha, França e Inglaterra, desde Dança, Teatro, Circo, Performance, Música, Cineconcerto, Escultura Efémera e Marionetas, com imensas atividades para as crianças e família.

Marca o arranque da programação, o premiado escultor em areia, Pedro Mira, com a construção de uma escultura efémera, Só sei que nada Sei, no Jardim das Descobertas. À abertura Oficial da M.A.R, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas e diretora da M.A.R., Julieta Aurora Santos, segue-se o cineconcerto ao ar livre “Seven Chances” de Buster Keaton, na Esplanada Alentejana.

Ao longo dos dois dias, em vários pontos da cidade e diferentes horários, Helena Reis e Samuel Buton protagonizarão o espetáculo de Estátua Viva On the Docks, alternando entre a imobilidade total e momentos de movimento.

No segundo dia da Mostra, tempo para assistir a Magner, peça coreográfica com música ao vivo; Frantic, circo e dança pela companhia ACROJOU; Água Mole em Pedra Dura, circo/performance por Inês Oliveira e Daniel Seabra; Le Rêve d’Érica, pela companhia circense BIVOUAC e Gentlemad, circo/malabarismo por Mica Paprika.

O último dia da M.A.R. inicia-se com a Banda Filarmónica S.M.U.R.S.S., pelas artérias centrais da cidade; seguem-se atividades para crianças e famílias Jardim das Artes + Projeto EZ. Nota para a performance poética Sómente, uma abordagem à solidão na velhice pelo Teatro Só. Incluídas na programação de sábado, a peça de teatro Carriló, pela Cia La Tal e a peça de circo contemporâneo I Am (K)not, por Ana Jordão, prometem surpreender e encantar os espetadores. O programa inclui ainda Baixos e Altos, com pole dance e acordeão pelo FIAR e a Fanfarra Original Bandalheira.

De referir (Deus é Máquina) Pássaros de Sal, com máquinas de cena, vídeo mapping e Circo, protagonizados pelo Artelier?, Teatro do Mar e Duo Dream, o espetáculo de encerramento da Mostra, inspirado na poesia de Al Berto.

Por fim, a Festa de Encerramento M.A.R., com o DJ Xoives e animação pela XPTO, no Largo Poeta Bocage, numa celebração das Artes de Rua.

Com Direção Artística e de Produção do Teatro do Mar, companhia de teatro de rua residente em Sines, há 31 anos, com uma vasta experiência nacional e internacional no setor da criação, a iniciativa conta com co-produção da Câmara Municipal de Sines e o apoio de diversas entidades.

A M.A.R. apresenta projetos de artistas emergentes, no setor da rua e do circo contemporâneo nacional e internacional com propostas artísticas pensadas para todos os públicos, em vários pontos da cidade. A entrada, em todos os espetáculos, é livre.

Deixar uma resposta