Luís Filipe Castro Mendes recebe hoje Prémio António Quadros

O poeta Luís Filipe Castro Mendes foi galardoado com o Prémio António Quadros 2012, na categoria de Poesia pelo livro Lendas da Índia, publicado pela Dom Quixote em Junho de 2011. A cerimónia de entrega do prémio, inserida na Semana do Mundo da Fala Portuguesa, terá lugar hoje às 18h00, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz, em Lisboa. 

O Prémio, atribuído pela Fundação António Quadros, será entregue por Mafalda Ferro, presidente da Fundação, e por José Carlos Seabra Pereira, presidente do júri, e, antes do final da sessão, haverá lugar a uma leitura de alguns poemas do autor, feita por Maria Germana Tânger, e a um pequeno momento musical, a cargo do Rão Kyao.

Lendas da Índia, tal como o nome indica, é um livro que reúne um conjunto de poemas sobre a Índia ou sobre outros temas descritos com o olhar de quem viveu naquele país.

Luís Filipe Castro Mendes nasceu em 1950, em Idanha-a-Nova. Formado em Direito  pela  Universidade  de Lisboa (1974), seguiu a carreira diplomática, facto que o tem feito correr mundo. Poeta e ficcionista, estreou-se em 1983 com uma colectânea de poemas Recados. Revelam-se, nesta obra, duas características que marcarão a sua poesia: a intertextualidade (com referências a escritores como Emily Dickinson, Rilke, Nietszche, Jorge Luís Borges, Rimbaud, entre outros) e o tratamento de formas poéticas tradicionais, como soneto.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta