Lisbon Ground é a representação portuguesa na Bienal de Veneza

Lisbon Ground é a exposição que vai representar Portugal na 13ª Mostra Internacional de Arquitectura, a Bienal de Veneza, a decorrer de  29 de Agosto a 25 de Novembro. O projeto foi criado e desenvolvido pela Curadora Inês Lobo, respondendo ao tema Common Ground lançado pelo Comissário da Bienal de Veneza,  David Chipperfield.

O projeto desta exposição tem a cidade de Lisboa como tema principal, assim Lisbon Ground está dividida em Lisbon Downtown, Lisbon River e Lisbon Connections.

Lisbon downtown abrange a Reconstrução do  Chiado, de Álvaro Siza Vieira; o Museu e Biblioteca Numismática do Banco de Portugal, da autoria de Gonçalo Byrne e João Pedro Falcão de Campos; Mude.Museu do Desig, projecto de Ricardo Carvalho e Joana Vilhena e Fanqueiros de José Adrião.

Já a perspectiva de Lisbon River preenche-se  com o Museu dos Coches, de Paulo Mendes da Rocha, Ricardo Bak Gordon e Rui Furtado; Requalificação da Ribeira das Naus, de João Nunes e João Gomes da Silva; e o Terminal dos Cruzeiros de Lisboa, de João Luís Carrilho da Graça.

Lisbon connections contém o Estudo Urbano para o Parque Mayer, Jardim Botânico e Zona Envolvente, de Manuel Mateus e Francisco Mateus; o Plano Geral de Acessibilidades à Colina do Castelo, de João Favila Menezes, João Simões, Pedro Domingos e Rui Mendes; e Príncipe Real de Eduardo Souto de Moura.

As obras em análise apresentam cerca de vinte e quatro anos de intervenção na cidade e de diferentes testemunhos, disciplinas e formas de ver Lisboa. Como tal, apresenta-se o Vídeo de Catarina Mourão com a projecção do registo das conversas das três mesas redondas onde se discutiu a cidade a partir dos temas propostos e dos desenhos produzidos durante esses debates; as Fotografias de Duarte Belo, pretendem fixar as obras dos arquitectos e formar uma base de trabalho para a reflexão sobre a arquitectura e  a cidade de Lisboa; Mapa de Lisboa sobre “os espaços entre” registo síntese da cidade em 2012; Testemunhos sobre a cidade através de uma seleção de textos de António Tabucchi ditos pelo actor italiano Marco Baliani, bem como um depoimento do  Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

A exposição dá ainda o mote ao Concurso Público Internacional de concepção à elaboração do Projecto para o Campo das Cebolas/Doca da Marinha, na Frente Ribeirinha da Baixa Pombalina. As propostas deverão ser entregues até finais de Setembro.

A 13ª Mostra Internacional de Arquitetura, Bienal de Veneza, irá decorrer de 29 de Agosto a 25 de Novembro de 2012 e a representação portuguesa estará situada no edifício da Fundaco Marcelo, junto do Grande Canal.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta