Lisboa na rota da Ibero Cruzeiros

A capital portuguesa assume particular relevância neste ano ao ser, simultaneamente, porto de embarque e desembarque na programação do navio Maravilhas do Atlântico III. Esta aposta coloca assim a Ibero Cruzeiros como a “única companhia a fazer escala em Portugal no Verão”, segundo afirmações proferidas por Henrique Mateus, delegado comercial da companhia para Portugal, num encontro com a comunicação social, que decorreu hoje no Fontana Park Hotel, em Lisboa.

O itinerário será realizado a bordo do Gran Voyager, de 18 de Junho a 20 de Agosto, com embarque e desembarque em Lisboa, a partir de 408 euros por pessoa (sem taxas), em pensão completa, podendo o passageiro optar pelo regime de Tudo Incluído. Esta companhia apresenta ainda a facilidade de as crianças, a partir dos dois anos, viajarem gratuitamente ou, consoante as datas, pagarem um preço especial (mais taxas).

Para além das saídas de Lisboa aos sábados, o responsável comercial realçou ainda a possibilidade dos passageiros embarcarem e desembarcarem em Vigo (domingos) e em Málaga (segundas-feiras), o que aproxima a companhia do mercado do Norte e do Sul do país, respectivamente.

No caso da viagem ter início em Lisboa, o navio faz depois escala nos portos de Vigo, Cádiz, Casablanca, Agadir e Funchal, regressando ao fim de sete noites a Portugal. A companhia de cruzeiros do Grupo Costa disponibiliza ainda cruzeiros que integram portos portugueses, como o caso do percurso Málaga-Málaga, que passa por Portimão e/ou Lisboa e/ou Funchal, com a duração de 3, 4 ou 7 noites. Os cruzeiros que partem de Vigo e Cádis também fazem escala em Lisboa.

As expectativas da companhia para o mercado português – globalmente avaliado em 50 mil viagens de cruzeiros por ano, e que, segundo dados da Ibero Cruzeiros, tem vindo a crescer a um ritmo de 20 por cento nos últimos cinco anos – passam por atingir, em 2011, as seis mil reservas (crescimento superior a 50 por cento em comparação com o ano passado).

Para o responsável pelo mercado português, assim como para Alfredo Serrano, director-geral da Ibero Cruzeiros, a gastronomia é um dos fortes argumentos da companhia, assim como o facto da tripulação também falar português. “A tudo isto junta-se o prémio Excellence Awards 2010, com o qual a Ibero Cruzeiros foi reconhecida, pelo terceiro ano consecutivo, como sendo a companhia de cruzeiros com a melhor relação qualidade-preço”, destacou ainda Alfredo Serrano.

 

 

Texto de Cristina Alves

 

Deixar uma resposta