Lisboa e Porto ligadas pela moda na 30ª edição do Portugal Fashion

Fotos Sara Santos
Texto Vânia Marecos

O Portugal Fashion este ano traz uma novidade e, pela primeira vez, a capital também foi palco dos desfiles das apresentações das coleções de outono/inverno de 2012/2013, das marcas e criadores nacionais.

O MUDE (Museu do Design e da Moda) e a Sociedade de Geografia foram os palcos escolhidos para o arranque da 30ª edição do Portugal Fashion que este ano será sob o tema Cross que promove “uma ideia de movimento entre diferentes pontos e realidades”.

Os primeiros desfiles aconteceram no MUDE inseridos no espaço Bloom, dedicado aos jovens criadores, com as apresentações de Estelita Mendonça, Andreia Lexim, Daniel Barros e Hugo Costa. Estes novos criadores terão a oportunidade de voltar a mostrar as suas coleções, ainda no decorrer desta edição, no Porto.

Estelita Mendonça abriu a passerelle com uma coleção exclusivamente masculina onde predomina um estilo confortável conjugando fazendas e lãs, em tonalidades escuras onde existem alguns apontamentos de cor.

Preto, azul-escuro e os tons terra dominam a palete apresentada por Andreia Lexim, que joga com assimetrias e sobreposições para criar “a idealização de uma tribo urbana que se move entre cidades à procura de melhores condições de vida”, numa coleção intitulada “No Land’s Man”.

Daniela Barros apresenta “Akkadian” onde a mulher aparece com uma personalidade forte, mas feminina. Recorrendo ao preto e a alguns apontamentos de azuis, a estilista mistura materiais mais estruturados com elementos fluidos e transparentes, construindo uma silhueta baseada na geometria.

Da mesma forma como abriu, o espaço Bloom, encerra com uma coleção masculina, de autoria de Hugo Costa, sob o título “Apache”. Contendo motivos indígenas com padrões geométricos esta coleção é marcada pelos tons terra e avermelhados, que se conjugam num vestuário confortável e adaptado à vida citadina.

Terminando os desfiles no MUDE, Filipe Oliveira Baptista (diretor artístico da marca Lacoste) apresentou, a título individual, a coleção “Underdive”, fortemente marcada pelos estampados de zebra. Tendo o preto e o branco como base, os vermelhos, azuis, verdes-azeitona e cinzentos aparecem formando apontamentos geométricos que dão forma à coleção que incorpora essencialmente macacões e vestidos.

A dupla Alves Gonçalves encerrou o primeiro dia com a apresentação das suas propostas para o outono/inverno de 2012/2013, em exclusivo para o Portugal Fashion. A Sociedade de Geografia recebeu uma coleção para uma mulher sofisticada com grande atenção nos detalhes e com volumetrias intensas que se desenvolvem em torno de cinturas bem demarcadas. O brilho contrasta com o mate num look que realça a figura feminina num ambiente cosmopolita e intimista.

O Portugal Fashion segue agora para a sua casa habitual, a Alfândega do Porto, onde de 22 a 24 de Março, poderemos continuar a ver as propostas dos criadores nacionais. Destacam-se as coleções de Storytailors que sobem à passerelle já esta quinta-feira; Luís Buchinho e Miguel Vieira no dia 23 de Março; e, no sábado, Carlos Gil, Katty Xiomara e Luis Onofre, cabendo a estilista Fátima Lopes as honras de encerramento desta trigésima edição.

 

Deixar uma resposta