Lince ibérico em Foco num Documentário do National Geographic Channel

O lince-ibérico estará em foco no quarto documentário gravado em alta definição e produzido para o National Geographic Channel Portugal (NGCP). Em Portugal: A Última Esperança do Lince Ibérico é o nome do programa, que se estreia a 3 de Outubro (21h30), inserido na estratégia de localização de conteúdos levada a cabo pela Fox International Channels Portugal, distribuidora da NGCP.

A equipa de produção apostou numa história de 30 minutos, em que se destaca o empenho de uma equipa de especialistas portugueses e espanhóis, que dedica os seus esfoços e conhecimentos à salvação daquela que é a espécie de felídeo mais ameaçada do planeta e que estava, originalmente, confinado apenas à Península Ibérica, tendo desaparecido de Portugal na década de 90.

No documentário, os espectadores podem seguir o nascimento de crias em Espanha (no Parque Natural de Doñana), a sua preparação e o seu transporte para Portugal (Silves), depois de construído o primeiro centro de reprodução em cativeiro (processo que o documentário também revela).

Com filmagens que insistem no grande-plano e em música que dá um tom de suspense, o programa pretende captar a opinião pública para uma questão considerada “urgente”.

Em Portugal: A última Esperança do Lince Ibérico é um documentário que parte da preocupação com a ameaça de extinção da espécie Lynx pardinus, mas cinge-se à estratégia de reprodução ex-situ – segundo Rodrigo Serra, director do centro nacional de Silves, não são conhecidas comunidades de linces a viver no seu habitat natural em Portugal.

“Poderemos estar a dar passos favoráveis (à reintrodução do lince-ibérico)”, disse aos jornalistas e convidados presentes aquando a apresentação pública do programa, o secretário de estado do Ambiente, Humberto Rosa, lembrando que a águia imperial, outra espécie em vias de extinção, voltou a nidificar no país. Aliás, de acordo com as estimativas dos especialistas, o lince poderá voltar ao seu ambiente natural em 2013.

As filmagens deste documentário duraram cerca de ano e meio, entre Outubro de 2008 e 17 de Março 2010, nos centros da rede ibérica de reprodução em cativeiro – de El Acebuche e de La Olivilla, ambos na Andaluzia (Espanha), e no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico, em Silves (Portugal) –, bem como nos laboratórios clínicos da Faculdade de Veterinária da Universidade Vetsuisse de Zurique.

O programa contou também com a colaboração de Astrid Vargas, na altura directora do «Programa Ex-situ do Lince-Ibérico»; Hans Lutz (um dos maiores especialistas mundiais em felinos) e Marina Meli, ambos da Faculdade de Veterinária da Universidade Vetsuisse de Zurique; e de Rodrigo Serra, director do CNRLI.

O público poderá assistir a este documentário no dia 3 de Outubro, às 21h30, ou acompanhar as repetições, já que o programa será exibido ainda no mesmo dia, às 00h25, dia 4 de Outubro, às 9h20, 14h25 e 19h05, no dia 9 de Outubro, às 18h10, e também nos dias 1, 9, 14, 15 e 20 de Novembro.

Por Cristina Alves
Fotos de Ricardo Faria Paulino gentilmente cedidas pelo National Geographic Channel Portugal

Deixar uma resposta