Les Biches e Gloria inauguram nova temporada do Teatro Nacional de São Carlos em Setembro

Noites Brancas 2Um concerto coral-sinfónico composto por Les Biches e Gloria, obras de Francis Poulenc, marca o arranque da temporada Outono-Inverno do Teatro Nacional de São Carlos, a 13 de setembro. A direção musical cabe a Pedro Neves; Sara Braga Simões foi a soprano escolhida, enquanto Paulo Oliveira e Daniel Cunha se sentam ao piano.

Il Cappello di Paglia di Firenze, de Nino Rota, segue-se na agenda. A ópera com direção musical de João Paulo Santos e encenação de Fernando Gomes sobe ao palco da sala lisboeta a 7, 9, 11 e 13 de outubro. No elenco estão, entre outros, Mário Alves, João Merino, Lara Martins e Dora Rodrigues.

Já em novembro, nos dias 4,6,8 e 10, o Teatro Nacional de São Carlos apresenta La Fille du Régiment, de Gaetano Donizetti. Mário Redondo encena esta ópera dirigida por Rui Pinheiro. Cristiana Oliveira, Luís Rodrigues e Paula Dória dão vida às personagens.

José Saramago é homenageado a 16 de novembro num espetáculo lírico. Cruci-Verba e La Morte di Lazzaro, de Azzio Corghi, foram as obras escolhidas. No palco, estarão o Coro do TNSC e o Coro dos Pequenos Cantores do Conservatório Nacional a acompanhar a Orquestra Sinfónica Portuguesa. Suzana Borges e João Reis são os atores convidados deste recital dirigido por João Paulo Santos.

Da temporada do S. Carlos faz ainda parte Cinderela, de Sergei Prokofiev, pela Companhia Nacional de Bailado. O espetáculo acontece no Teatro Camões de 28 a 30 de novembro e em dezembro, nos dias 1, 3, 4, 5 e 6 e ainda de 10 a 15.

O Salão Nobre do Teatro Nacional de São Carlos recebe ainda a 12, 18 e 26 de outubro e a 2 de novembro concertos de câmara, sendo também de destacar uma exposição que incluirá leituras de ópera, nos dias 22 de novembro, 13 e 20 de dezembro.

Os bilhetes e as assinaturas para a nova temporada já estão à venda na bilheteira do Teatro Nacional São Carlos.

Por Alexandra Gil

Deixar uma resposta