Junho das Artes em Óbidos

A vila de Óbidos acolhe, entre os dias 10 e 26, mais uma edição do Junho das Artes (JA), que acolhe uma série de intervenções de artistas plásticos contemporâneos e que este ano se rege pelo tema “Fronteiras”.

O JA procura a produção artística na sua construção conceptual e formal, focada no papel genuíno da experimentação artística, tendo como palco a vila de Óbidos. Na edição deste ano, é de relevar, no formato do evento, o trabalho de produção artística em permanência, que se pode começar a observar desde o início do mês de Junho, nas ruas da vila e o espaço de encontro de artistas e público – galeria da Casa do Pelourinho.

As escolas, através dos seus ateliês criativos, também vão integrar o programa, assim como os pólos escolares irão estar presentes com trabalhos desenvolvidos pelas crianças, sobre a temática.

A programação encontra-se dividida em três ciclos distintos de forma a estabelecer uma relação com as várias possibilidades que o conceito “Fronteira” promove.

O primeiro ciclo concentra-se fisicamente nos espaços expositivos da Galeria novaOgiva (trabalhos de Filipa César, Manuel Santos Maia e Pedro Neves Marques), na Galeria da Casa do Pelourinho (Patrícia Almeida) e no Museu Municipal (João Ferro Martins e Manuel Santos Maia).

No segundo ciclo de programação, o espaço expositivo prolonga-se para o exterior, pelas ruas da vila, partindo do convite a oito artistas (Inês Milagres, Inês Botelho, Henrique Neves, André Banha, João Ferro Martins, Von Calhau, Luís Sezões e Tiago Baptista) para olharem para o território do concelho de Óbidos. Este processo criativo pode ser partilhado com o público no último piso da Galeria da Casa do Pelourinho, onde Inês Milagres, Von Calhau e João Ferro Martins estarão em residência durante o JA.

O terceiro ciclo parte do convite a duas estruturas de programação independentes a operar na região: o Museu Bernardo (sediado nas Caldas da Rainha) e a Associação a9))) (localizada em Leiria), ambas foram convidados a desenhar uma programação que deslocasse para Óbidos o seu espaço original de acção, aproximando lugares e criadores, e fazendo de Óbidos o seu palco de encontro e mostra.

Para além dos artistas convidados, a iniciativa conta ainda com dez projectos que se vão instalar na vila, lado a lado copm as propostas dos artistas convidados. Amélie Bouvier, Projecto Balbucio, Cátia Ezequiel, Gustavo de Jesus, Javier Martinez, João Botas, Luis Plácido Costa, Mariline Ricardo, Martinho Fernandes e Miguel Lopes foram os candidatos seleccionados pelo Júri Project Rooms.

A organização desta iniciativa é do Município de Óbidos, através da Óbidos Patrimonium, e será inaugurada na próxima sexta-feira às 18h00, estando depois aberta todos os dias a partir das 10h00 às 18h00, com excepção das sextas e sábados (e vésperas de feriado) em que encerra às 23h00. So espaços onde o evento vai estar a decorrer fecham ainda para almoço, das 13h00 às 14h00.

 

 

Texto de Cristina Alves

 

Deixar uma resposta