Joe Cocker fez jus à fama em concerto único no Algarve

Reportagem de Elsa Furtado (texto e fotos) 

A noite de domingo (7 de agosto) estava agradável e o ambiente fazia prever que ía ser mais uma grande gala, a 15ª do Pine Cliffs Resort no Algarve, que este ano apresentou como estrela convidada o inglês Joe Cocker.

De negro vestido, mas sem cabedais, este peso pesado da música surgiu em palco com a sua postura habitual, e apesar dos seus 67 anos, mostrou que ainda possui uma grande vitalidade e charme, com a sua voz rouca e profunda inconfundível, que derrete ou será que aquece? corações e foi levantando o público das cadeiras e pô-lo a dançar.

“Hitchcock Railway” abriu as hostes, seguido de “Feelin Alright”, e logo aqui o cantor começou logo a dar mostras de porque é que é um dos artistas mais apreciados em todo o mundo e por várias gerações.

Acompanhado de uma banda, com uma mulher no baixo e duas no coro, Cocker na deixou créditos por mãos alheias. “When the Night Comes”, “Summer in the City”, e “Up Where we belongs” em parceria com Michelle Tillman, foram imediatamente reconhecidas aos primeiros acordes,  fazendo ouvir instantaneamente algumas vozes do público presente, entre portugueses e estrangeiros, com uma forte presença inglesa, a fazer coro.

Seguiram-se “Hardknocks” e “N’Oublies Jamais”, e já se viam pessoas em pé a cantar e a dançar. Aproximava-se um dos pontos altos do concerto, o megasucesso “Leave Your Hat On”, com as cantoras a darem asas à sua sensualidade em palco, gerando uma forte onda de aplausos, a que se seguiu o não menos famoso “Unchain My Heart” e a terminar, o emblemático “With a Little Help”.

Para o encore ficaram guardados “Bathroom Window” e “Cry me a River”, com uma frente palco muito animada, a dançar e a cantar, ao som da inconfundível voz de Cocker. A noite terminou com um espetacular fogo-de-artifício, encerrando assim um grande momento musical. Uma noite a recordar.

Deixar uma resposta