Jazz na Relva regressa ao Vodafone Paredes de Coura

paredes_coura_logoUm dos ex-libris do festival Paredes de Coura, o Palco Jazz na Relva volta a marcar presença com grandes nomes. No espaço da praia fluvial do Taboão são esperados, entre 15 e 17 de agosto, NuncaAcordoComoOntem, m3 e ainda Let the Jam Roll.

O estreia do palco cabe ao projeto de Miguel Ramos, que se faz acompanhar de Nicô Tricot. Esperam a assistência neste Naco sonoridades inesperadas e experimentalistas criadas a partir de instrumentos mas também de objetos usados com essa função. Este imaginário fantástico contará ainda com a projeção de vídeos e imagens.

Os m3 são a proposta para dia 16. Prometida está uma viagem de sensações de cores, aromas e paisagens a cargo do saxofone de João Mortágua, de Miguel Moreira na guitarra e da bateria de José Marrucho. Os três músicos integraram o septeto premiado em 2007 na festa do jazz do São Luiz e integram, atualmente, vários projetos no Porto.

As honras de fecho calham aos Let the Jam Roll, banda de Guimarães formada no final de 2005. Versatilidade e interação com o público estão garantidos neste concerto que recria as jam sessions de outros tempos, misturando blues e jazz com linguagens contemporâneas. As três atuações decorrem às 15h30.

Mas nem só de jazz vive o festival. Por lá passarão, entre outros os Echo and the Bunnymen, Belle and Sebastian, Toy, ColdCave ou The Knife.

O Vodafone Paredes de Coura anima a praia fluvial do Taboão, de 13 a 17 de agosto. O passe para todos os dias do evento custa 80 euros, o acesso para dia 14 fica-se pelos 30 e a entrada para os restantes dias é vendida por 40 euros. Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais.

Texto de Alexandra Gil

 

 

Deixar uma resposta