Esculturas de grande dimensão em exposição no Chiado

O Museu Arqueológico do Carmo, na zona lisboeta do Chiado, tem a partir de quinta-feira, dia 7, uma exposição de esculturas de grande dimensão da autoria do artista plástico Rogério Timóteo.

A exposição que inaugura esta quarta-feira às 19h00 para convidados e que se intitula O Sagrado e o Profano e que se estende até ao dia 4 de Julho, é composta por meia-dúzia de obras que revelam figuras associadas à mitologia mas humanizadas.

As peças trabalhadas em resina e em ferro e intituladas Ícaro I, Ícaro II, Catedral, Guardião I, Guardião II e Tágide desafiam a gravidade e desta forma acabam por aproximar o visitante do céu além de possibilitarem ao público a observação das obras através de ângulos distintos.

Aos sábados, Rogério Timóteo conduz, gratuitamente, a partir das 16h00, um workshop de modelagem em barro a todos os visitantes que queiram experimentar esta técnica.

O artista português, natural de Sintra – onde reside – nasceu em 1967 e tem um percurso internacional. Entrou no mundo das artes cem 1989 e desde então conta com duas dúzias de mostras individuais e mais de uma centena de exposições colectivas. A sua obra está representada em países como Suíça, França, Alemanha, Estados Unidos da América, Inglaterra, Polónia e Espanha.

O Museu Arqueológico do Carmo está aberto de segunda a sábado, entre as 9h00 e as 19h00 e a entrada custa 3, 50 euros.

Texto de Sofia Rato

Deixar uma resposta