Helder Costa regressa aos palcos com O Incorruptível

Hélder Costa volta aos palcos portugueses com O Incorruptível e com Anthôunio, o político que quer ser corrupto, mas que ninguém quer corromper. A peça sobe à cena no dia 4 de fevereiro, na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira.

Hélder Costa é o autor e encenador e conta no elenco com as presenças de Jan Gomes e Jozé Sabugo. Depois da Ericeira a peça irá percorrer o país, depois de diversas apresentações internacionais no Brasil, Moçambique, Espanha, Itália, França e Suíça, entre outros países.

O Incorruptível é uma corrosiva sátira à corrupção do sistema político, em que as personagens e mentiras são mais ou menos bem fabricadas, através das manchetes dos jornais.  Anthôunio é um político que quer ser corrupto, mas que a ninguém interessa. Anthôunio tenta de tudo para cativar a corrupção, muda de imagem, vai ao psicanalista, à bruxa, como nada resulta, tenta suicidar-se  e acaba por ser abandonado pela mulher. O público é convidado a participar na salvação do infeliz Anthôunio, transformado em Santo Padroeiro dos Corruptos, no final do espetáculo.

O Incorruptível  estreia na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva Rua Mendes Leal, na Ericeira, no dia 4 de fevereiro, às 21h30. Os bilhetes custam 7 euros.

Texto de Clara Inácio

Deixar uma resposta