Grande Prémio CineEco Entregue A Filme Italiano

O filme italiano Coros do Anoitecer, de Nika Saravanja e Alessandro D’Emilia, foi o grande vencedor do CineEco, o Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela que decorreu entre 14 e 21 de outubro na cidade de Seia.

A obra segue as experiências do compositor eco-acústico David Monarch na sua busca para registar uma paisagem sonora pura e contínua em 3D, no mundo distante e esquecido das florestas tropicais

Ainda na competição internacional de longas-metragens, foram distinguidos os filmes Como Deixar o Mundo Seguir em Frente e Amar Todas as Coisas que o Clima não Pode Mudar? do americano Josh Fox (Prémio Antropologia Ambiental); Perseguindo Corais de Jeff Orlowski (Prémio Educação Ambiental); e Rio Azul: Pode a Moda Salvar o Planeta? De deDavid McIlvride e Roger Williams (Menção Honrosa).

Na categoria de curta-metragem, o prémio internacional foi entre ao brasileiro Quico Meirelles pela animação Sob o Véu da Vida Oceânica, com menções honrosas para Film Cego do sul-coreano Jae Hyung Oh e Coração Limpo de Dina (Rússia).

O Fim da Neve de Morgan Heim venceu o Prémio Internacional Água e Monopólio dos Oceanos, dos alemães de Alexander Lahl, Max Mönch, foi galardoado com o Prémio Documentários e Reportagens para Televisão.

Na Competição de Filmes de Língua Portuguesa o Grande Prémio Lusofonia foi atribuído a Baía Urbana de Ricardo Gomes (Brasil.

Sob o tema “Tudo Pode Mudar: Oceanos, Clima e Economia”, o CineEco apresentou, durante oito dias, cerca de 100 filmes em competição, oriundos de mais de 25 países. O CineEco é um dos mais antigos festivais de cinema de ambiente do mundo e integra a Green Film Network, uma plataforma de 40 festivais, da qual e igualmente membro fundador.

Deixar uma resposta